Combustíveis fósseis e petróleo

  • Published on
    21-Jun-2015

  • View
    4.277

  • Download
    6

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Aula sobre Combustveis fsseis e petrleo - UFSC

Transcript

<ul><li> 1. Profs.: Cris - Rafaela e Tiago</li></ul> <p> 2. COMBUSTVEIS FSSEIS - PETRLEO 3. FORMAO DO PETRLEO </p> <ul><li>Etimologia :Petra pedra;Oleum leo. </li></ul> <ul><li>Estado Fsico : Lquido viscoso e colorao escura (maioria dos casos). </li></ul> <ul><li>Ocorrncia : Encontrado em poros de rochas, em terra firme ou sob o mar. </li></ul> <ul><li>Constituio : constitudo fundamentalmente por Hidrocarbonetos.</li></ul> <p> 4. DoPoo 5. 6. PR-SAL A camadapr-sal refere-se a um conjunto de rochas localizadas nas pores marinhas de grande parte do litoral brasileiro, uma faixa de 800Km que vai do litoral de Santa Catarina ao Esprito Santo, com potencial para a gerao e acmulo de petrleo, o que faria do Brasil o sexto maior detentor de reservas do mundo. 7. PR-SAL 8. PETRLEO MISTURA DE HIDROCARBONETOS DESTILAO FRACIONADA FRAES 9. 10. COMBUSTO </p> <ul><li>COMBUSTO COMPLETA: </li></ul> <ul><li>C x H y + O 2-&gt; CO 2+ H 2 O </li></ul> <ul><li>COMBUSTES INCOMPLETAS: </li></ul> <ul><li>C x H y+ O 2-&gt; CO + H 2 O </li></ul> <ul><li>C x H y+ O 2-&gt; C + H 2 O </li></ul> <ul><li>OBS.:a combusto completa de C x H y O ztambm produzCO 2+ H 2 O. </li></ul> <p> 11. 12. Adjunto adnominal e Complemento nominal Adjunto Adnominal a palavra ou expresso que acompanha um ou maisnomesconferindo-lhe um atributo .Trata-se, portanto, de um termo de valor adjetivo que modificar o nome a que se refere.Obs: entende-se pornomes : substantivos, adjetivos e qualquer palavra substantivada (seguida de artigo). Ex:Acamadapr-salrefere-se a um conjunto de rochas localizadas nas pores marinhas de grande parte do litoral brasileiro. 13. Complemento Nominal D-se o nome decomplemento nominalao termo que complementa o sentido de umnomeou umadvrbio , conferindo-lhe uma significao completa ou, ao menos, mais especfica. So as principais caractersticas do complemento nominal: - na maioria das vezes encontra-se no predicado; - sempre seguem um nome, em geral abstrato; - ligam-se ao nome por meio depreposio , sempreobrigatria . 14. Ex:Lula usa pr-sal e defesada Amazniapara justificar acordo militar. Como diferenciarcomplemento nominaldeadjunto adnominal Observe: Lula justificou a comprados aviesde caa com o argumento de que o Brasil precisa reforar o controlede suas fronteiras , especialmente na Amaznia e em breve, a seguranado pr-sal . Aqui temos s complementos nominais, pois noso eles que iro fazer a compra/ e o controle e sim os sujeitos das oraes: Lula e Brasil. 15. Agora veja: Os economistas acham exagerado o discursodo presidentesobre o pr-sal. Neste caso, a expressodo presidente adjunto, pois no o sujeito os economistas que fizeram o discurso e sim o presidente. Ento, o adjunto adnominal, nestes casos, formado por locuo adjetiva que representa o agente da ao. Mais um exemplo: O pr-sal um presenteda naturezaa ns, brasileiros. da natureza adjunto, pois ela quem d o presente e no o pr-sal. 16. ENEMPara compreender o processo de explorao e o consumo dos recursos petrolferos, fundamental conhecer a gnese e o processo de formao do petrleo descritos no texto abaixo. O petrleo um combustvel fssil, originado provavelmente de restos de vida aqutica acumulados no fundo dos oceanos primitivos e cobertos por sedimentos. O tempo e a presso do sedimento sobre o material depositado no fundo do mar transformaram esses restos em massas viscosas de colorao negra denominadas jazidas de petrleo. (Adaptado de TUNDISI.Usos de energia . So Paulo: Atual Editora, 1991) 17. As informaes do texto permitem afirmar que:(A) o petrleo um recurso energtico renovvel a curto prazo, em razo de sua constante formao geolgica. (B) a explorao de petrleo realizada apenas em reas marinhas. (C) a extrao e o aproveitamento do petrleo so atividades no poluentes dada sua origem natural. (D) o petrleo um recurso energtico distribudo homogeneamente, em todas as regies, independentemente da sua origem. (E) o petrleo um recurso no renovvel a curto prazo, explorado em reas continentais de origem marinha ou em reas submarinas. 18. COMENTRIO: Elemento energtico oriundo da decomposio parcial de organismos, o PETRLEO geralmente encontrado em REAS CONTINENTAIS DE ORIGEM MARINHA OU TRECHOS SUBMARINOS. A explorao gera IMPACTOS AMBIENTAIS, como: vazamentos, poluio da flora e fauna, ... Esse recurso energtico NO RENOVVEL a curto prazo. RESPOSTA: E 19. 2)As previses de que, em poucas dcadas, a produo mundial de petrleo possa vir a cair tm gerado preocupao, dado seu carter estratgico. Por essa razo, em especial no setor de transportes, intensificou-se a busca por alternativas para a substituio do petrleo por combustveis renovveis. Nesse sentido, alm da utilizao de lcool, vem se propondo, no Brasil, ainda que de forma experimental: 20. (A) a mistura de percentuais de gasolina cada vez maiores no lcool. (B) a extrao de leos de madeira para sua converso em gs natural. (C) o desenvolvimento de tecnologias para a produo de biodiesel. (D) a utilizao de veculos com motores movidos a gs do carvo mineral. (E) a substituio da gasolina e do diesel pelo gs natural. 21. COMENTRIO: Um projeto importante de produo de combustveis renovveis, no Brasil, a utilizao de leos vegetais, extrados da mamona, babau, etc. Esse leos vegetais, que podem ser adicionados ao diesel , so denominados biodiesel. RESPOSTA: C 22. FIM!</p>