Confecção de roupas esportivas

  • Published on
    21-Dec-2014

  • View
    14.945

  • Download
    7

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Artigo - 2

Transcript

  • 1. Confeco de roupas esportivas
  • 2. ExpedientePresidente do Conselho DeliberativoRoberto SimesDiretor-PresidenteLuiz Eduardo Pereira Barreto FilhoDiretor TcnicoCarlos Alberto dos SantosDiretor de Administrao e FinanasJos Claudio Silva dos SantosGerente da Unidade de Capacitao EmpresarialMirela MalvestitiCoordenaoNdia Santana CaldasEquipe TcnicaCarolina Salles de OliveiraAutorRoberto ChamounProjeto GrficoStaff Art Marketing e Comunicao Ltda.http://www.staffart.com.br
  • 3. Apresentao do NegcioPraticar esportes essencial para manter o organismo saudvel,praticar exerccios fsicos faz bem ao corao e ajuda a manter aexpectativa de vida da pessoa que o pratica. O vesturio utilizado deveser adequado modalidade do esporte, temperatura do local ondesero executados e principalmente as necessidades fsicas efisiolgicas do esportista. So valorizadas, portanto, as caractersticascomo conforto trmico, sensorial, ergonmico e psicolgico. importante que a vestimenta tenha uma boa elasticidade, resistncia,toque agradvel, boa troca de umidade e calor com o ambiente eproteo contra agentes biolgicos.Na parceria entre a moda e o esporte a recproca verdadeira. Se osesportes recebem influncias do mundo da moda o contrrio tambmacontece. Cada vez mais as marcas pegam emprestada a tecnologiausada nos uniformes dos atletas para desenvolver as roupas dodia-a-dia. Por outro lado, h muito tempo os estilistas perceberam quepara vestir homens e mulheres com conforto e praticidade nada melhordo que os tecidos esportivos. Hoje, as grandes marcas esportivastambm desenvolvem criaes para ser usada a noite ou fora dascompeties esportivas. Alm disso, no preciso ser um super atletapara usar peas esportivas. Esta interao faz com que, cada vez mais,a moda e o esporte extrapolem os limites das quadras e camposesportivos e invadam as passarelas e ruas das cidades brasileiras,criando oportunidades de negcios para os empreendedores destesetor.Este documento no substitui o Plano de Negcio. Para elaborao doplano consulte o Sebrae mais prximo. Idias de Negcios - confeccao-de-roupas-esportivas 3
  • 4. MercadoO estilo moderno e ao mesmo tempo confortvel vem conquistandoum pblico cada vez mais numeroso. Embalado pelos grandes eventosesportivos e a popularizao de prticas como o vlei e ultimamente aginstica, sem falar claro da velha preferncia pelo futebol, oconsumo de roupas esportivas no Brasil tem crescido na mesmaproporo em que, em todas as faixas etrias e classes sociais,aumenta a preocupao com a beleza e a vida saudvel. Esta mudanade comportamento impulsiona todos os setores econmicos, que vodesde os crescentes indicadores das indstrias de suplementosalimentares, passando pela sofisticao das academias de ginstica ata expanso do setor de confeco de roupas esportivas, observado noBrasil nos ltimos anos. Embora o setor ainda no tenha nmerosmuito precisos.Dados de 2010 da Abravest indicam que no Brasil existam mais detrs mil confeces de roupas esportivas, sendo 90% compostas pormicro e pequenas empresas, responsveis pela criao de mais de 38mil empregos diretos e indiretos. Apesar da impreciso dos nmeros,empresrios acreditam num crescimento do setor. Tanto verdade,que constantemente as pesquisas tecnolgicas vm criando diferentestipos de novos tecidos, como o fio poliamida, com proteo contraraios solares, ao antibacteriana e o dryfit, alm da constanteevoluo tecnolgica observada no maquinrio utilizado pelo setor.As roupas usadas por atletas profissionais ou at mesmo os de fins desemana, vm sendo desenvolvidas atravs de pesquisas e grandesinvestimentos por parte de empresas como a Dupont e a Rhodia, e quevisam principalmente o bem-estar, a comodidade e o conforto doesportista.Evoluo na tecnologia, tanto na rea txtil como nos maquinrios4 Idias de Negcios - confeccao-de-roupas-esportivas
  • 5. envolvidos para sua fabricao, permite que o nmero de peasfabricadas aumente a cada ano, com uma taxa mdia anual decrescimento beirando os 2%, segundo a Associao Brasileira daIndstria do Vesturio - Abravest.Mauricio Jos Teixeira, diretor da Physicus, uma das maioresempresas de equipamentos e acessrios esportivos da Amrica Latina,afirma que Vamos viver esporte at um ou dois anos aps asolimpadas. A produo e venda vai dobrar nesses setores ligados aoesporte. um boom nunca visto antes no Brasil.Segundo informaes do Cadastro Geral de Empregados eDesempregados do Ministrio do Trabalho o segmento de confecode artigos de vesturio alcanou em janeiro de 2010 um estoque de603.510 empregos formais, representando uma evoluo de 10,85%,relativo a janeiro de 2007.LocalizaoAntes de se decidir pela escolha do imvel para instalao de suaindstria de confeco o empreendedor dever observar os seguintesdetalhes:- Verificar se o imvel em questo atende as suas necessidadesoperacionais quanto localizao (proximidade de fornecedores,fontes de mo-de-obra, consumidores, atividades de confecocomplementares e no concorrentes) e capacidade de instalao (videitem Estrutura).- Certificar-se que o imvel atendido por servios de gua, luz, fora,esgoto, telefone etc.O local ideal deve ser de fcil acesso, possuir estacionamentos paraveculos, local para carga e descarga de mercadorias e servio de Idias de Negcios - confeccao-de-roupas-esportivas 5
  • 6. transporte coletivo, lembre-se que o valor gasto no transporte de seusfuncionrios ir compor a sua estrutura de custos.Ficar atento aos imveis situados em locais sujeitos a inundaes ouprximos s zonas de risco. Consulte a vizinhana a respeito.Verificar tambm na Prefeitura Municipal se as atividades a seremdesenvolvidas no local respeitam a Lei de Zoneamento do Municpio,j que alguns tipos de negcios no so permitidos em qualquer bairro.A consulta junto Prefeitura necessria para se conhecer asexigncias do Corpo de Bombeiros e aquelas relativas ao CdigoSanitrio, Cdigo de Obras, alm de instrues sobre a obteno dealvar de funcionamento. As atividades econmicas da maioria dascidades so regulamentadas pelo Plano Diretor Urbano (PDU). essaLei que determina o tipo de atividade que pode funcionar emdeterminado endereo.Exigncias legais especficas necessrio contratar um contador profissional para legalizar aempresa nos seguintes rgos:- Junta Comercial;- Secretaria da Receita Federal (CNPJ);- Secretaria Estadual de Fazenda;- Prefeitura Municipal, para obter o alvar de funcionamento;- Enquadramento na Entidade Sindical Patronal em que a empresa seenquadra ( obrigatrio o recolhimento da Contribuio SindicalPatronal por ocasio da constituio da empresa e at o dia 31 dejaneiro de cada ano);- Caixa Econmica Federal, para cadastramento no sistemaConectividade Social INSS/FGTS;- Corpo de Bombeiros Militar.6 Idias de Negcios - confeccao-de-roupas-esportivas
  • 7. Alm do cumprimento das exigncias anteriores, necessriopesquisar na Prefeitura Municipal a legislao aplicada ao negcio deconfeces de roupas esportivas.O Sebrae local poder ser consultado para orientao.EstruturaA estrutura fsica de uma indstria de confeco compreende uma reano inferior a 100m2, subdividida em quatro ambientes:- Produo: Neste ambiente esto dispostos os equipamentos eempregados envolvidos nos processos de corte, costura, acabamento,planejamento e controle da produo, os estoques de matria prima eprodutos acabados, e ainda as reas de expedio e manuteno.- rea Tcnica: Neste local so desenvolvidos os novos produtos(design),modelagem, amostras, estudo das especificaes, inspeo equalidade.- Atendimento e Vendas: A indstria deve dispor de um localapropriado para realizar o atendimento comercial, vendas e planejar eexecutar o marketing de seus produtos.- Finanas: Um espao deve ser reservado para as atividadesrelacionadas aos controles financeiros, incluindo o controle das contasa pagar, compras, contas a receber cobrana e folha de pagamento. Idias de Negcios - confeccao-de-roupas-esportivas 7
  • 8. PessoalA quantidade de profissionais est relacionada ao porte doempreendimento, para uma empresa de confeces de roupasesportivas de pequeno porte pode-se comear com treze pessoas,sendo:- um desenhista;- um modelista;- quatro costureiras;- uma cortadeira;- dois auxiliares de acabamento;- um auxiliar administrativo;- dois vendedores;- um auxiliar de servios gerais.Os colaboradores devem ter as seguintes competncias, que devem serfocadas durante o processo de seleo e contratao:- Desenhista: alm da criatividade esse profissional precisa ter umaviso global do mundo contemporneo. Deve apresentarconhecimentos de sociologia, modelagem, desenho, e histria dovesturio. desejvel que possua curso superior em moda ou emdesign de moda.- Modelista: alm da pacincia e busca da perfeio esse profissionaldeve possuir talento para lidar com a geometria, saber distinguir osmais diversos tecidos e caimentos, ser criativo para buscar solues eajustes para as idias ainda imperfeitas do estilista. Ainda sonecessrios conheciment