Identidade cultural entre os descendentes de armênios da diáspora na cidade de Osasco/SP

  • CategoryEducation

  • View67

Report
Identidade cultural entre os descendentes de armênios da diáspora na cidade de Osasco/SP     Identidade cultural entre os descendentes de armênios da diáspora na cidade de Osasco/SP     Autora: Beatriz Rodrigues Lima Pesquisa de iniciação científica financiada pelo Banco Santander 1 Projeto Temático de equipe Produção de Material Didático para o Curso de Língua e Literatura Armênia estudos sobre língua armênia tradução literária Armênia: história e cultura 2 Objetivos Investigar os traços culturais entre os descendentes de armênios residentes em Osasco Verificar como essa cultura chegou até eles Identificar a visão de identidade que eles têm de si mesmos Analisar se os fatores idade e gênero interferem na formação de sua identidade 3 Metodologia Fundamentação teórica: A identidade cultural na pós modernidade (HALL, 2006) Histórico social, político e cultural dos armênios: História da Armênia (SAPSEZIAN, 1988) Elementos culturais armênios: Passagem para Ararat (ARLEN, 1978) e Mayrig (VERNEUIL, 1985) 4 Metodologia Formulação de questionário Seleção de doze informantes com diversidade de gênero e idade Gravação e transcrição das entrevistas Análise quantitativa e qualitativa das entrevistas 5 Resultados finais Perfil dos informantes Gênero: 5 mulheres - 7 homens Faixa etária 18 - 35 anos = 2 35 - 60 anos = 4 + 60 anos = 6 6 ‹nº› Conclusão Casamentos entre armênios e brasileiros já acontecem desde a primeira geração Não há consenso quanto à definição de ser um armênio Mesmo os membros ativos da comunidade não tiveram a preocupação de influenciar os filhos a manter viva a armenidade 9 Conclusão Todos acreditam que é possível preservar a cultura de um povo mesmo vivendo em outro país A história do povo armênio anterior ao genocídio é ignorada pela maioria Todos têm conhecimento da história da vinda de sua família ao Brasil Falar a língua e seguir a religião apostólica armênia não são considerados determinantes para definir um armênio ‹nº› Referências bibliográficas ANDERSON, B. Comunidades imaginadas: Reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo. São Paulo, Companhia das Letras. 2008. ARLEN, M.J. Passagem para Ararat. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 1978. GRÜN, Roberto. Negócios & Famílias: Armênios em São Paulo. São Paulo, Editora Sumaré. 1992. HALL, Stuart A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A Ed. 2006. HAMALIAN, L. As others see us: The Armenian Image in Literature. New York: Ararat Press. 1980. HOBSBAWN, Eric. Introdução: A invenção das tradições. In: HOBSBAWN, Eric; RANGER, Terence. (orgs.) A invenção das tradições. Rio de Janeiro: Paz e Terra, p. 09-23. 1984. IANNI, Octavio. Transculturação. In: Enigmas da Modernidade-Mundo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, p. 93-119. 2003. 12 Referências bibliográficas MARTINI, Sueli. IAN - sufixo da identidade - presença da comunidade armênia no processo de urbanização de Osasco. São Paulo: PUC/SP – Programa de História. (Dissertação de Mestrado sob orientação da Prof. Dra. Márcia Mansor D’Alessio) 2004. PENNA, Maura. Relatos de migrantes: questionando as noções de perda de identidade e desenraizamento. In: SIGNORINI, Inês (org.). Língua(gem) e identidade. Campinas: Mercado de Letras. 1998. PEREIRA, D. C. A identidade cultural em História dos Armênios de Moisés Khorenatsi. I Encontro Internacional Linguagens do Oriente. (no prelo) PORTO, Pedro Bogossian. Construções e reconstruções da identidade armênia no Brasil (SP e RJ). Niterói: Universidade Federal Fluminense. (Dissertação de Mestrado sob orientação do Prof. Dr. Paulo Gabriel Hilu da Rocha Pinto). 2011. SAPSEZIAN, A. História da Armênia. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 1988. SUMMA, R. F. “Vozes Armênias: memórias de um Genocídio”. Ética e Filosofia, edição especial, Junho de 2007. Publicação eletrônica: www.eticaefilosofia.ufjf.br 13
Description
Identidade cultural entre os descendentes de armênios da diáspora na cidade de Osasco/SP