Integracao institucional

  • View
    128

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Integrao institucional

Transcript

  • 1. Programa de Integrao O que que a BAHIANA tem? Instrutores: Aline Leite e Fernanda Gaspar

2. Conhecendo a Bahiana Fundada em 31 de Maio 1952. EBMSP (Escola Bahiana de Medicina e Sade Pblica), surgiu como a concretizao de um sonho grandioso partilhado por um grupo de mdicos, religiosos e professores. Atualmente dispe de trs Unidades Acadmicas. Aproximadamente 1.300 colaboradores. 3. Conhecendo a Bahiana UNIDADE ACADMICA NAZAR NUDOC, Laboratrio de Pesquisa e Extenso, NBBIO. 4. Conhecendo a Bahiana UNIDADE ACADMICA BROTAS Cursos de Psicologia, Fisioterapia, Medicina 5. Conhecendo a Bahiana UNIDADE ACADMICA CABULA Cursos de Biomedicina, Enfermagem, Medicina e Odontologia 6. Lideranas Prof. Dra. Maria Luisa Carvalho Soliani Diretora da EBMSP Coordenadora Geral 7. Lideranas Prof. Dr. nio Ribeiro Maynard Barreto Vice-diretor da EBMSP Prof. Dra. Sara Barbosa Diretora do ADAB 8. Lideranas Emanoel Olimpio Alves de Souza Coordenador de Administrao e Finanas Prof. Luiza de Oliveira Kruschewsky Ribeiro Coordenadora de Desenvolvimento de Pessoas 9. Lideranas Telma Marinho Barreto Bastos Gestora de RH Prof. Ktia Nunes S Coordenadora de Ps-Graduao, Pesquisa e Extenso 10. Coordenao de Cursos Prof. Geraldo Argolo Ferraro Coordenador do curso de Biomedicina Prof. Maria de Lourdes de Freitas Gomes Coordenadora do curso de Enfermagem 11. Coordenao de Cursos Prof. Luciana Bilitrio Coordenadora do curso de Fisioterapia Prof. Dra. Eliana de Paula Coordenadora do curso de Medicina 12. Coordenao de Cursos Prof. Urbino da Rocha Tunes Coordenador do curso de Odontologia Prof. Mnica Daltro Coordenadora do curso de Psicologia 13. Administradores das Unidades Acadmicas Ana Isaura C. Alves U.A Nazar e Brotas Jos Maurcio U.A Cabula 14. Secretarias das Unidades Acadmicas Vera Lcia M. do Rosrio Secretria Geral Cristiane Silva Santana Secretria U.A Cabula Milene Lordelo Secretria U. A. Brotas 15. SERVIOSSERVIOS 16. Medicina Fisioterapia Terapia Ocupacional Psicologia Odontologia ADAB Ambulatrio Docente-Assistencial da Bahiana 17. Servio de Fisioterapia 18. Servio de Terapia Ocupacional 19. NAPP Ncleo de Ateno Psicopedaggica 20. Servio de Psicologia 21. ADAB Cabula - Odontologia 22. MISSO, VISO E VALORES PSICOLOGIA, MEDICINA, FISIOTERAPIA, TERAPIA OCUPACIONAL, ODONTOLOGIA, ENFERMAGEM, BIOMEDICINA IDENTIDADE BAHIANA 23. UMA PERSPECTIVAUMA PERSPECTIVA ESTRATGICA DAESTRATGICA DA BAHIANABAHIANA Misso, Viso e Valores 24. Mas para iniciarmos ...Mas para iniciarmos ... 25. O que vocO que voc gostaria degostaria de ter ou fazer oter ou fazer o restoresto da vida?da vida? 26. A misso pessoal diz de forma mais especfica o que as suas aes e intenes representam de fato. MISSO DE VIDA!MISSO DE VIDA! Uma declarao de misso descreve o que voc e de que forma voc contribui para com o mundo sua volta.. 27. Ser uma INSTITUIO DE ENSINO vocacionada para a rea da SADE, FORMANDO PROFISSIONAIS QUALIFICADOS com base em princpios e valores TICOS E HUMANSTICOS, em uma perspectiva individualizada e transdisciplinar. Cumprir sua RESPONSABILIDADE SOCIAL, contribuindo para o desenvolvimento sociocultural e ambiental, buscando atender s demandas da sociedade, a partir de AES DIFERENCIADAS DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSO. 28. Qual caminho deseja seguir... 29. QUE TAL UMA PEQUENA AJUDA...QUE TAL UMA PEQUENA AJUDA... Voc possui umVoc possui um IDEAL,IDEAL, uma vontade de realizaruma vontade de realizar alguma coisa especfica?alguma coisa especfica? 30. Ser uma UNIVERSIDADE vocacionada para a sade, REFERNCIA NACIONAL E INTERNACIONAL, com EXCELNCIA no ensino, pesquisa, extenso e consultoria. 31. Mas como ento atingir a nossa viso??? A viso deve estar alinhada com os nossos valores centrais. 32. Servir 33. Empreender 34. Comunicao 35. Aprender e Ensinar 36. Comunicar Aprender e Ensinar Servir Empreender VEJAMOS ALGUNS VIDEOS! 37. Competncias Organizacionais 38. Plano de Cargos, Carreiras e Remunerao Avaliao de Desempenho Treinamentos PDNC (Plano de Desenvolvime nto do Novo Colaborador) Avaliao do Perodo de Experincia 39. A vida como um quebra-cabea. O importante no ter todas as peas, coloc-las no lugar certo. J Soares Na excelncia em qualidade o diferencial voc! 40. Benefcios Instrutor: Luciana Fontes 41. BENEFCIOS Plano de Assistncia Mdica Hospitalar PROMDICA Plano de Assistncia Odontolgica ODONTOSYSTEM Emprstimos Consignao em FOPAG BRADESCO E CEF 42. Benefcio opcional, para titular e dependentes (pares e descendentes) Plano com mensalidade e percentual de co-participao: 20 % para consultas e exames e 32,4% para urgncias e emergncias Valor Mdio de desconto: R$10,00 consulta Adeso no plano ser livre de carncia se efetuada com 2 meses de admisso: Tipos: Referencial - internao em enfermaria Especial - internao em apartamento Executivo I internao em apartamento + reembolso Executivo II internao em apartamento + reembolso (rede credenciada maior) (No permitido as pessoas do mesmo grupo familiar estarem em tipos de planos diferentes) As movimentaes so feitas at dia 10 de cada ms, para incluso no ms seguinte. 43. Valor fixo mensal para titular e por cada adeso solicitada pelo colaborador. R$ 11,00 por pessoa No h limites de adeso; Sem carncia para adeso; Tempo mnimo de permanncia no plano de 2 anos 44. Emprstimos: Consignao em Folha de Pagamento Acessvel para colaboradores a partir de um ano da admisso. 45. Descontos e vantagens para o COLABORADOR e seus dependentes 46. Descontos e vantagens para os dependentes nas mensalidades. 47. Descontos e vantagens para colaboradores e alunos. RESTAURANTE ESPAO ECOLGICO 48. PROGRAMA DE QUALIDADE DE VIDA CORAL BAHIANA YOGA GINASTICA LABORAL HIDROGINASTICA 49. COFFEE BREAK 50. Captao e Seleo de Talentos Instrutor: Allana Machado/Pollyana Leal 51. Certificao de Empresa Cidad Responsabilidade Social Respeito s diferenas 5% de profissionais com deficincia contratados Jovem Aprendiz 52. Processo Seletivo Processo seletivo Interno, Externo e Misto Oportunidade de crescimento profissional ATENO: Divulgao interna (Edital) Ateno aos requisitos (a partir de 01 ano da admisso) 53. Acompanhamento no Perodo Experimental Avaliao do Perodo de Experincia Oportunidade de feedback Identificao de possveis dificuldades de adaptao Plano de interveno visando melhor adequao Apresentao de sugestes 54. SMO Servio de Medicina Ocupacional Instrutor: Daniele Souza 55. Objetivo: Preservar a sade e integridade do colaborador da Escola Bahiana de Medicina e Sade Pblica. 56. Exames mdicos ocupacionais Cumprindo a determinao da NR 7 da Portaria 3214 do MTE, realizamos os exames mdicos ocupacionais e informamos suas finalidades (PCMSO). Os exames e sua periodicidade so definidos com base em exposio ocupacional do trabalhador, demonstrada pelo PPRA ( Programa de Preveno de Riscos Ambientais). 57. Exames mdicos ocupacionais Admissional Todos os candidatos admisso na empresa realizaro exame mdico antes da data da admisso. Esta avaliao tem por finalidade qualificar, do ponto de vista clnico, a aptido ou no do candidato para o exerccio das atividades inerentes ao cargo, alm da deteco de doenas ocupacionais. 58. Peridicos Os funcionrios sero, obrigatoriamente submetidos a exame mdico de acordo com a sua funo, obedecendo periodicidade de acordo com o agendamento feito pela empresa. Retorno ao trabalho Todos os trabalhadores que permanecerem afastados por mais de 30 dias por motivo de doena, acidente ou parto devero ser submetidos a exame mdico ocupacional. Dever ser realizado no primeiro dia da volta ao trabalho e agendado previamente. Exames mdicos ocupacionais 59. Exames mdicos ocupacionais Mudana de funo Todas as vezes que a mudana de funo implique em atividades e riscos diferentes da funo anterior. O exame dever ocorrer antes que ocorra a mudana. Demissional Ser realizado exame mdico antes da data da homologao da demisso do funcionrio, desde que o ltimo exame mdico ocupacional tenha sido realizado h mais de 135 dias. 60. Exames mdicos ocupacionais Atestado de Sade Ocupacional - ASO Aps a concluso de cada exame mdico ocupacional dever ser emitido o ASO. 61. REGISTRO E CONTROLE DE PONTO 62. Atestados de comparecimento Devero ser entregues chefia imediata para dar o ciente e o colaborador dever entregar ao Setor Pessoal. * Ponto Atestados mdicos de 01 ou 03 dias: Devero ser entregues chefia imediata e encaminhado ao SMO. Atestados de 04 a 15 dias: Devero ser entregues chefia imediata, encaminhado ao SMO e realizar atendimento com o mdico do trabalho. Obs. Qualquer tipo de atestado tem que ser apresentado instituio no prazo de 48 horas com formulrio de justificativa anexado e assinado pela chefia. Atestados acima de 04 dias devero apresentar relatrio mdico. Fluxograma para entrega de atestados mdicos 63. Educao para a sade Programa de Vacinao; Programa de Qualidade de Vida; Preveno de Acidentes e Doenas Ocupacionais; Preveno de Doenas Sexualmente Transmissveis; Aes Anti Tabagismo; DSS Dilogo semanal de sade e segurana. 64. Com os olhos vemos o mundo, com nossas aes o mundo nos v. SMO Servio de Medicina Ocupacional 65. ALMOOALMOO Durao 1:00HDurao 1:00H 66. Percepo de Riscos Segurana do Trabalho Instrutor: Ednoilton Santos 67. Conscientizar os colaboradores sobre osConscientizar os colaboradores sobre os procedimentos de segurana adotado pelaprocedimentos de segurana adotado pela Fundao Bahiana para DesenvolvimentoFundao Bahiana para Desenvolvimento das Cincias.das Cincias. OBJETIVO 68. Misso: Oferecer assessoria em segurana e medicina do trabalho, com excelncia e responsabilidade. Realiza um trabalho pautado pelas Normas Regulamentadoras do Ministrio do Trabalho e adequadas aos anseios e necessidades da instituio. Atuao em 3 unidades acadmicas Atendendo a mais de 1.300 trabalhadores. Sobre o SESMT 69. Promover a integridade fsica e a sade dos trabalhadores no local de trabalho bem c