Jornal lapis afiado junho 15

  • Published on
    09-Aug-2015

  • View
    29

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

<ol><li> 1. No ano letivo 2015/2016 o Lpis afiado vai voltar com mais novidades. Este Lpis Afiado o jornal n. 42 da Biblioteca Oureana, a funcionar no Centro Escolar de Santa Teresa. Elaborado a partir das vivncias, de toda a comunidade educativa, ao lon- go do 3 perodo. Boas frias! </li><li> 2. 2 - L p i s A f i a d o EDITORIAL SUMRIO Biblioteca Oureana Editorial ........... 2 Sumrio .............. 2 Notcias .......................... 3 Reciclagem ........ 4 Dia da Famlia ................. 4 Sugestes de Leitura ............. 4 Pais no Jardim de Infncia ....... 5 O coelhinho e os ovos da Pscoa ........... 6 Ano Internacional da Luz .................................. 6 A nossa horta ................ 7 Ano Internacional da Luz ........ 7 Dia Mundial da Criana .............8 Visita de estudo dos 1. e 2 anos ...... 9 A nossa visita de estudo ........ 9 Visita da SUMA ......9 O Falco em Santa Teresa . 10 Associao de Pais ........ 10 Trcompra ............ 11 Festa de Fim de ano 11 Passatempos .. .........12 Caros amigos e leitores: Estamos a chegar ao final de mais um ano letivo. Para alguns, o fim das preocupaes provocadas pelas provas finais de ciclo e tambm o incio de estudos, num novo ciclo e numa nova escola, isto para os quartos anos de escolaridade. Para outros, o descanso merecido como preparao para um novo ano escolar a comear em setembro. Como o sol est a chegar e j comea a cheirar a mar desejo a todos umas BOAS FRIAS GRANDES Nesta edio do nosso jornal encontram-se algumas das muitas atividades que os alunos, professores, Biblioteca Ou- reana, professores das Atividades de Enriquecimento Curricular, professor Gabriel Lagarto e outros colaboradores desenvolveram neste ltimo perodo. Gostaria de agradecer aos Pais/Encarregados de Educao e Associao de Pais do CE St Teresa a colaborao que tm vindo a prestar a este estabelecimento escolar; agradeo ainda Cmara Municipal, Junta de Freguesia, Ou- rm Viva, APDAF, PSP de Ourm (Escola Segura), Proteo Civil de Ourm, Quercus, Centro de Sade de Ourm e a todos os outros intervenientes que colaboraram connosco na realizao dos muitos projetos concretizados pela escola, durante todo este ano letivo. Gostaria de referir a Festa de Final de Ano deste Centro Escolar, que decorreu ao ar livre, tendo sido uma experin- cia coroada de xito, o tempo ajudou embora estivesse algum frio. Todos os alunos se esmeraram na apresentao das suas atuaes a toda a comunidade educativa, sabiam que os seus familiares estavam a assistir. O teatro A casa da mosca Fosca, apresentado pela Associao de Pais e Encarregados de Educao foi muito envolvente e entusis- tico. De salientar o trabalho e colaborao realizada pela APCET, APDAF, docentes, professora de msica do Pr- escolar, assistentes operacionais, autarquia, EPO e Ourm Viva para que este Final de Ano resultasse. Algumas agulhas tero de ser afinadas para que resulte ainda melhor noutro momento. A todos os alunos que frequentaram a nossa escola no ano letivo 2014-2015, cansados e merecedores de frias para pr as brincadeiras em dia, desejo umas BOAS FRIAS DE VERO, cuidado com o sol usem sempre proteo, muitas banhocas e muita brincadeira para se prepararem para o prximo ano letivo, que trar novos desafios e apren- dizagens. Parabns a todos os finalistas do Pr-escolar que vo para o 1 Ciclo e para os finalistas do 4 ano que iro para o 2 Ciclo. Aos colegas docentes, professores das AEC, responsveis da BE Oureana, educadora Lurdes Cruz e assistentes ope- racionais agradeo a seriedade e dedicao com que desempenharam as suas funes, ao longo de todo o ano. O meu MUITO OBRIGADO. Para todos, muito descanso e BOAS FRIAS GRANDES. O Coordenador de Estabelecimento _____________________ Joo Manuel Freire Mafra </li><li> 3. TOP leitor 2014/15 Top leitor 3 trimestre 1 Ins Sequeira Duarte 2 Lara Filipa Costa Alves; 3 Lara Raimundo da Fonseca O Top Leitor anual foi atribudo a: 1 Ins Sequeira Duarte; 2 Lara Filipa Costa Alves; 3 Leonor Dias Rodrigues. 3 - L p i s A f i a d o BIBLIOTECA ESCOLAR - Notcias Biblioteca Oureana Eu, Mafalda Gaspar Costa, aluna do 4ano B e os meus colegas do Centro Escolar de Santa Teresa participmos no Concurso Concelhio de Leitura 2015. Para a primeira fase do referido concurso que se realizou no passado ms de feve- reiro lemos e analis- mos, na sala de aula, os livros O Senhor do Seu Nariz, de lvaro Magalhes e o O Rouxinol, de Hans Christian Andersen. A nvel de escola, eu fiquei apurada para a segunda fase deste concurso. No dia 13 de Abril, eu participei na segunda fase do Concurso Concelhio de Leitura, que se realizou na C- mara Municipal de Ourm. Nas duas semanas que antecederam a fase final do con- curso, eu li com muita ateno os dois livros: Misso Impossvel, de Ana Maria Magalhes e Isabel Alada e o Cu das Mes, de Paulo Kellerman. Todos os dias, antes de adormecer, lia um bocadinho de um dos livros. Aos fins de semana, como tinha mais tempo, lia mais um pouco e o meu entusiasmo era cada vez maior, para descobrir o final dos contos. Aos poucos consegui ler os dois livros, com os meus pais a ajudarem-me, a entender as partes mais compli- cadas e confusas. Gostei muito de ambos, mas o que mais gostei foi a Misso Impossvel, porque gosto muito de aventuras. No concurso fui respondendo a todas as perguntas e acabei por vencer o primeiro lugar. Quando s faltavam duas pessoas para anunciar o ven- cedor, eu fiquei nervosa, porque pensei que poderia ganhar, mas no tinha a certeza. Quando soube que tinha ganho o primeiro lugar fiquei felicssima. Quando cheguei escola, mal os meus amigos e ami- gas souberam, comearam a cantar-me os parabns e eu ri-me. Gostei muito do concurso! Aprendi vocabulrio novo, diverti-me imenso com as histrias e conheci o escri- tor Paulo Kellerman. Recebi prmios: um diploma, quatro livros de aventuras, um livro com fotos sobre Ourm, um lpis, uma caneta, um gorro e um chapu. Quero continuar a participar em concursos, porque gosto muito de estudar e aprecio desafios. Mafalda Gaspar Costa 4 ano B CE Santa Teresa A palavra vencedora do Concurso Concelhio de Leitura 2015 Parabns ao Joo Bernardo da sala da educadora Jacinta, do CE de Santa Teresa. Foi premiado com uma Meno Honrosa no concurso Uma Aventura ... Literria 2015, da Caminho com o apoio LER+ do Plano Nacional de Leitura. O Joo concorreu na modalidade de desenho e recebeu o seu prmio no Jardim de Infncia na presena dos seus pais. No Jardim de Infncia de Atouguia tam- bm dois concorrentes obtiveram o mes- mo prmio. Meno Honrosa no concurso Uma aventura 2015. </li><li> 4. 4 - L p i s A f i a d o Biblioteca Oureana APRENDER A CONSTRUIR O SABER Dia da Famlia APRENDER A CONSTRUIR O SABER - Reciclagem Educadora Deolinda - sala A APRENDER A CONSTRUIR O SABER - Sugestes de Leitura No dia 15 de maio vivemos um momento especial na nossa sala, pois festejmos o Dia da Famlia. Recebemos os nos- sos familiares com muita alegria e entusiasmo. Depois de um momento de poesia, e de todos se deliciarem com os doces preparados anteriormente por ns, houve ainda tempo para darmos largas imaginao com pintura, dese- nho, construes, etc. Todos ficmos muito felizes por termos a nossa famlia con- nosco, no nosso jardim-de-infncia. Este perodo, na nossa sala, tivemos uma estagiaria, a Mnica. Ela ensinou-nos como reciclar materiais do quotidiano. Construmos um pequeno eco-ponto reutilizando materiais de desperdcio. Educadora Ricardina - sala E Aprendemos o nome de cada eco-ponto e a sua utilizao; o pilho ver- melho e para as pilhas, o embalo amarelo e para os plsticos e me- tais, o vidro verde e para o vidro. Mas ainda nos falta fazer o papelo que azul e serve para colocar o pa- pel e o carto. Gostmos bastante de fazer este trabalho e para ficar mais bonito fizmo-lo em forma de animais, o sapo, a abelha e a joaninha. Os meninos da sala C da educadora Marina, participaram nas Sugestes de Leitura no perodo de maro/abril 2015. Com esta iniciativa o Plano Na- cional de Leitura, que desafia todos os estabelecimentos de ensino do pr escolar e 1. CEB, a nvel nacional, para escolherem, da lista proposta, uma obra que trabalham em grupo. O livro tinha o ttulo Longe de casa da autora Elizabeth Bagwley e a ilus- tradora Jane Chapman. A histria fala de um coelho que saiu de casa pois no tinha espao na toca para dormir junto dos irmos e da me, passa tantas dificuldades, que chega concluso que mais vale dormir apertado mas estar junto da fam- lia. Os meninos fizeram desenhos sobre a histria que envimos para o concurso. Recebemos vrios pre- sentes para a sala que nos deixa- ram muito felizes. Educadora Marina Ferreira - sala C </li><li> 5. 5 - L p i s A f i a d o Biblioteca Oureana APRENDER A CONSTRUIR O SABER - Pais no Jardim de Infncia Educadora Rosrio - sala B Os pais, sempre fizeram parte da nossa vida escolar, partilharam saberes e alegria, ensinaram e enriqueceram a nossa vida letiva. Contaram-nos histrias Partilharam saberes, atravs de experincias em cincia, onde todos levantaram hipteses, trocaram ideias e chegaram a con- cluses. Um pai, com os seus saberes e conhecimentos mdicos, sensibilizou-nos para os cuidados a ter com a alimentao e com a nossa higiene oral. Enriqueceram a nossa sala, doando livros, jogos e brin- quedos. transportando-nos para o mundo do sonho e do imaginrio! Despertando-nos o interesse pelos livros e pela leitura. Participaram na construo de vrios objetos (jogos, bonecos, robs) fazendo arte com materiais reciclveis, onde a imaginao floriu e deu resultados espetaculares! </li><li> 6. 6 - L p i s A f i a d o Biblioteca Oureana 4. A CE Santa Teresa APRENDER A CONSTRUIR O SABER Ano Internacional da Luz APRENDER A CONSTRUIR O SABER O coelhinho e os ovos da Pscoa 3 ano - B CE Santa Teresa Era uma vez um coelho que andava muito triste, porque a sua dona tinha perdido uma cestinha com ovos de chocolate que a av lhe tinha dado na Pscoa. Para ajudar a sua dona, o coelho foi capoeira procurar o galo mais sbio que o pudesse orientar. Apareceu o galo Gali- leu Galilei que lhe disse: - O que queres pequeno coelho? Podes-me ajudar a encontrar a cestinha de ovos da minha dona? disse o coelho. Claro que sim. Mas onde que ela a perdeu? perguntou Galileu Galilei. - Ela perdeu-a num enorme labirinto perto da floresta. respondeu o coelho. Quando o coelho falou no labirinto, o galo lembrou-se que tinha guardado na sua capoeira uma bssola que os podia aju- dar e disse: - Tenho aqui esta bssola que poders utilizar para encon- trar a cestinha de ovos. O ano de 2015 o Ano Internacional da Luz e das Tecnologias em Luz. No existia nada, aconteceu o Big Bang que foi um exploso que deu origem a planetas, estrelas, sistemas, galxias e muito mais. O nosso planeta nessa altura no era nada parecido terra atual. Os primeiros seres vivos foram as clulas. Depois as clulas juntaram-se e formaram bactrias. As bactrias juntaram-se e fizeram plantas. Passados uns longos anos, o homem apareceu e come- ou a tentar sobreviver. Quando descobriu o fogo, tentou perceber como que funcionava e como cri-lo. Depois de muitas tentati- vas, o slex foi a pedra com a qual obteve melhores resultados. Mais frente, usaram velas e candeeiros a petrleo, at que um homem chamado Edison fez a primeira lm- pada para iluminao com eletricidade. Os tempos foram passando e apareceram cada vez mais meios eletrnicos: microscpios, telescpios, computadores, telemveis, tablets; tudo isto usando luz. Existem bastantes maneiras de fazer eletricidade: energia solar, elica, isto tudo que posso dizer! - Que bom! Obrigada. E como posso utilizar a bs- sola? perguntou o coelho. - Isso fcil faclimo! exclamou o galo, l do alto da sua crista. Pegas no instrumento e vais sem- pre na direo norte. Quando encontrares uma gran- de sebe com a forma de um enorme labirinto circular, procuras uma entrada e avanas at ao centro. O coelho cumpriu as instrues e assim encontrou a desejada cesti- nha recheada de ovos de chocolate. - Uma cenoura no meio dos ovos? Que estranho! Masmas h tam- bm uma mensagem Come-me. E assim fez o coelho, comeu-a e nesse instante, o labi- rinto desapareceu. Logo de seguida surgiu um cami- nho direto para casa da Maria, a sua dona, que ficou maravilhada com a esperteza do coelho. </li><li> 7. 7 - L p i s A f i a d o Biblioteca Oureana APRENDER A CONSTRUIR O SABER A nossa horta No mbito da comemorao do ano Internacional da Luz os alunos da E. B. 2, 3 IV Conde de Ourm, (7A) e do Centro Escolar St Teresa (4A) desenvolveram algumas atividades onde se destacou a importncia da luz e das tecnologias ticas na vida dos cidados. Abordaram o tema sob a perspetiva da evoluo das sociedades de todo o mundo, na Os alunos do 4 A do Centro Escolar St Teresa estiveram envolvidos na fase final do Programa Educativo A Nossa Horta - que j iniciaram em maro. Ao longo do tempo cuidaram das sementes, puderam observar as vrias fases do crescimento das plantas e finalmente colher os produtos hortcolas ali criados. Desde o feijo verde, s ervilhas, cenouras, couves, alface, tomilho, gro, chcharos e tremoos, entre outros. Estes produtos sero confecionados para poderem ser saboreados pela populao escolar. Mais uma vez foi possvel contar com a Quercus, representada pela Alexandrina e pelo APRENDER A CONSTRUIR O SABER Ano Internacional da Luz Isabel Vicente Docente Ensino especial CE Santa Teresa professor Gabriel Lagarto. Os alunos e os professores envolvidos foram presenteados com crachs e diplomas de participao. Tambm foi oferecido um compostor para o Centro Escolar. Todos os alunos do Centro escolar acompanharam de forma entusiasta esta atividade. As docentes Dulce Marques, Isabel Vicente e Isabel Gonalves (bibliotecria) agradecem a toda a populao escolar deste Centro o envolvimento e responsabilizao assumida por todos, no que respeita aos cuidados a ter com a horta. S assim foi possvel um culminar com a recolha e preparao dos produtos. promoo do desenvolvimento sustentvel e na busca de solues para os desafios globais nos campos da energia, educao, comunicao, agricultura e sade. Esta atividade foi dinamizada pelos professores Gabriel Lagarto e Isabel Vicente com uma abordagem terica e registo grfico da atividade. Numa vertente mais prtica, foi possvel mostrar como colocar em movimento alguns brinquedos/objetos atravs da luz solar, com painis fo- tovoltaicos. Foi uma atividade diferente que susci- tou muito interesse e curiosidade por parte dos alunos. Isabel Vicente Docente Ensino especial CE Santa Teresa </li><li> 8. 8 - L p i s A f i a d o Biblioteca Oureana APRENDER A CONSTRUIR O SABER - Dia Mundial da Criana na APDAF O Dia Mundial da Criana foi festejado com muita alegria e emoo por todos os alunos do Centro Escolar de Santa Teresa, no passado dia 29 de maio, na APDAF (Associao para a Promoo e Dinami- zao do apoio Famlia). Tal como acontece todos os anos, a APDAF organizou e proporcionou a todos alunos uma super festa, garantindo uma tarde com muita diverso e animao. Cabeleireiro, maquilhagem, pinturas faciais, discoteca, tiro ao alvo, insuflveis, bici...</li></ol>