Monteiro Lobato e Lima Barreto

  • Published on
    10-Jul-2015

  • View
    1.008

  • Download
    5

Embed Size (px)

Transcript

<ul><li><p>Monteiro Lobato e Lima Barreto3 Ano A MatutinoE.E. de Serra do Salitre</p></li><li><p>Monteiro Lobato</p></li><li><p>Jos Bento Renato Monteiro Lobato nasceu em Taubat, interior de SP, em 1882. Formado em Direito, atuou como promotor pblico, at se tornar fazendeiro aps receber herana de seu av.Alfabetizado pela me, logo despertou gosto pela leitura lendo todos os livros infantis da biblioteca de seu av. Desde menino j mostrava seu temperamento inquieto, escandalizou a sociedade quando se recusou fazer a primeira comunho.Ingressou na Faculdade de Direito em 1904, e na festa de formatura fez um discurso to agressivo que vrios professores, padres e bispos se retiraram da sala.</p></li><li><p>No dia 12 de novembro de 1912, o jornal O Estado de So Paulo, publicou uma carta sua enviada redao, intitulada de Velha Praga, destacando a ignorncia do caboclo, criticando as queimadas e que a misria tornava incapaz o desenvolvimento da agricultura na regio. Sua carta foi publicada e causou grande polmica. Mais tarde, publica novo artigo chamado Urups, onde aparece pela primeira vez o personagem Jeca Tatu.</p></li><li><p>Depois ele mudou para o RJ e comeou a publicar livros infantis. Em 1921, publica Narizinho Arrebitado. A obra fez grande sucesso, o que levou o autor a prolongar as aventuras da personagem em outros livros, girando todos ao redor do Stio do Pica-pau Amarelo.</p></li><li><p>Em seu livro Urups, ele criou a figura do Jeca Tatu, smbolo do caipira brasileiro.Mazzaropi</p></li><li><p>As histrias do Stio do Pica-pau Amarelo, tem as personagens: Emilia, Pedrinho, Narizinho, Dona Benta, Tia Anastcia, Rabic, entre outros; misturando a realidade e a fantasia.</p></li><li><p>O livro Caadas de Pedrinho, est sendo questionado pelo movimento negro, por conter elementos racistas. O livro relata a caada de uma ona que est rondando o stio. guerra e das boas, no vai escapar ningum, nem Tia Anastcia, que tem cara preta.</p><p>Monteiro Lobato morreu em 1948, com problemas cardacos; tinha 66 anos.</p></li><li><p>UrupsPrincipal conto presente no livro, em Urups Monteiro Lobato apresenta uma de suas maiores personagens: o Jeca Tatu. O ttulo vem do apelido que essa personagem tem, urup que uma espcie de fungo parasita. O Jeca Tatu o representante mximo do caipira que vive na lei do menor esforo, alimentando-se e curando-se daquilo que a natureza lhe oferece. Sem nenhum tipo de educao e alheio a tudo o que acontece pelo mundo, o Jeca Tatu representa a ignorncia do homem do campo. Por fim, pode-se dizer que ele a denncia do descaso do governo com relao s pessoas da zona rural uma vez que, segundo Monteiro Lobato, Jeca Tatu no assim, ele est assim.</p></li><li><p>Obra FolclricaLobato era nacionalista, condenava qualquer influncia estrangeira. Valorizava a cultura regional e era fascinado por histrias, costumes e crenas. Foi tambm um extraordinrio contador de histrias e de casos interessantes, logo, no por acaso que se tornou um dos primeiros autores de literatura infantil no Brasil.Monteiro Lobato por meio das suas obras tambm ajudou a propagar lendas e mitos do Brasil. Alm de criar personalidades, Lobato foi responsvel por popularizar personagens do folclore para suas histrias, enriquecendo e ressaltando a cultura nacional. </p></li><li><p>As riquezas do Folclore Brasileiro na Obra de Monteiro LobatoO Saci um negrinho de uma perna s, muito arteiro, e que apronta travessuras o tempo todo. Os primeiros registros de suas histrias vm dos negros na regio Sul do Brasil durante o perodo colonial.Por conta da sua influncia, tornou-se personagem do Stio do Pica-pau Amarelo, em que as crendices e supersties de Tia Anastcia, as histrias de Barnab e as maldades da Cuca enriquecem o universo da histria. Alm do Saci, Monteiro Lobato coloca em evidncia outros personagens do folclore nacional como o Lobisomem, a Mula Sem-Cabea, Boitat, Iara e o Curupira. Vale lembrar a capacidade de Monteiro Lobato de misturar a mitologia brasileira com personagens da mitologia grega, como a Medusa e Netuno, alm de Dom Quixote, capito Gancho e personagens dos contos de fada, como a Cinderela e o Pequeno-Polegar.</p></li><li><p>Obras infantisA Menina do Nariz Arrebitado (1921)O Saci (1921)Reinaes de Narizinho (1931)As Caadas de Pedrinho (1933)Emlia no Pas da Gramtica (1934)Memrias da Emlia (1936)O Poo do Visconde (1937)O Pica-pau Amarelo (1939)A Chave do Tamanho (1942)</p></li><li><p>ObrasO Choque das RaasUrupsA Barca de GleyreEscndalo do Petrleo</p></li><li><p>Lima Barreto</p></li><li><p>Afonso Henriques de Lima Barreto nasceu em 1881 na cidade do Rio de Janeiro. Enfrentou o preconceito por ser mestio durante a vida. Ficou rfo de me aos sete anos de idade e, algum tempo depois, seu pai foi trabalhar como almoxarife em um asilo de loucos chamado Colnia de Alienados da Ilha do Governador.</p></li><li><p>Ele concluiu o curso secundrio na Escola Politcnica, contudo teve que abandonar a faculdade de Engenharia, pois seu pai havia sido internado vtima de loucura, e ele foi obrigado a cuidar de 4 irmos e arcar com as despesas de casa.</p></li><li><p>Uma das obras importantes foi Recordaes do Escrivo Isaas Caminha onde retrata o preconceito racial. Segundo Lima, um indivduo nas condies de Isaas Caminha poderia ser massacrado pelo preconceito embora tivesse condies para vencer. Lima foi brutal tanto com o personagem quanto o que retratava, ele sempre foi sincero e retratava a realidade na literatura. Assim toda fico de Lima Barreto tem muito da realidade que ele registrava aps profundas observaes da vida durante os primeiros momentos da Repblica.</p></li></ul>