Profa Cla

  • View
    3.349

  • Download
    1

Embed Size (px)

Transcript

  • 1. SARESPSistema de Avaliao do Rendimento Escolar do Estado de So PauloSaresp 2008- Lngua Portuguesa - Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 1

2. 1. Pressupostos O Saresp se caracteriza como umaavaliao externa que produzindicadores para estabelecer umdiagnstico do sistema educacional.Seus resultados so fundamentais paragerar estratgias de melhoria daeducao. Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 2 3. 2. Pressupostos As instituies escolares recebem osboletins com seus resultados especficos,e podem, a partir deles, analisar aqualidade do ensino oferecido suacomunidade e as variveis queinfluenciam nos resultados.Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 3 4. 3. Materiais de apoio Para uma anlise mais global dos resultados,conhea o Boletim do Saresp da escola e aspublicaes que esto sendo divulgadas nestemomento. Volume 1. Matrizes de Referncia para aAvaliao do Saresp: documento bsico. Volume 2. Matrizes de Referncia para aAvaliao do Saresp: Lngua Portuguesa. Relatrio 1. Saresp 2008 Lngua Portuguesa.Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 4 5. 4. Da organizao do Relatrio Parte I Metodologia Instrumentos Dados gerais quantitativos porsrie avaliada Relaes Saresp / Saeb / ProvaBrasilProf Zuleika de Felice Murrie Slide 5 6. 5. Da organizao do Relatrio Parte 2 Relao Currculo e Avaliao Relao Saresp 2007 / 2008 Anlise qualitativa dos resultados por nvel /srie avaliada Itens comentados por nvel / srie avaliada Anlise qualitativa do desempenho naredao Recomendaes Concluses Escala de Proficincia Pginas Saresp na Escola Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 6 7. 6. Anlise quantitativa dos resultadosMdias de Proficincia em Lngua Portuguesa Rede Estadual Saresp 20080 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100 110 120 130 140 150 160 170 180 190 200 210 220 230 240 250 260 270 280 290 300 180.04 EF 177.3 185.1206.06 EF202.3 209.5231.78 EF227.4235.7272.5 3 EM268.6 275.9ESTADOCOGSP CEIProf Zuleika de Felice Murrie Slide 7 8. 7. Anlise quantitativa dos resultados Consulte o boletim de sua escola e complete no Grfico amdia de proficincia de sua escola em Lngua Portuguesa. Na minha escola: a mdia em Lngua Portuguesa na 4 srie do Ensino Fundamental foi __________ (igual/superior/inferior) mdia da Rede Estadual. Justifique. a mdia em Lngua Portuguesa na 6 srie do Ensino Fundamental foi __________ (igual/superior/inferior) mdia da Rede Estadual. Justifique. a mdia em Lngua Portuguesa na 8 srie do Ensino Fundamental foi __________ (igual/superior/inferior) mdia da Rede Estadual. Justifique. a mdia em Lngua Portuguesa na 3 srie do Ensino Mdio foi __________ (igual/superior/inferior) mdia da Rede Estadual. Justifique. Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 8 9. 8. Anlise qualitativa dos resultados Nas justificativas, entre outros, considere os seguintesfatores: dimenso contextual. Destaque na sua justificativa o ambiente escolar e o lugar em que a escola est instalada. dimenso comunicacional. Destaque na sua justificativa as relaes de comunicao entre as pessoas em sua escola. dimenso didtica. Destaque na sua justificativa as relaes didticas definidas na Proposta Pedaggica da escola e sua aplicao de fato.Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 9 10. 10. Anlise qualitativa dos resultados A distribuio do percentual ao longo dos nveis deproficincia traz informaes sobre a quantidade dealunos que se encontram nos diferentes nveis dedesempenho. Essa informao importante paratomar decises sobre o processo de intervenopedaggica na escola. quanto maior for o percentual de alunos posicionadosnos nveis superiores (adequado e avanado) e menoro percentual nos nveis inferiores (abaixo do bsico ebsico), melhor ser o resultado da escola. (Os resultados do Saresp devem ser analisados pelasescolas em funo das metas de aprendizagemdefinidas no Idesp.) Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 10 11. 11. Anlise qualitativa dos resultados Para reflexo: Por que os alunos localizados nos nveis inferiores(analise por srie) no alcanaram os nveisesperados de aprendizagem? Qual o diferencial, dentro da escola, dos alunos(analise por srie) que alcanaram os nveisesperados de aprendizagem? Qual a proposta da sua escola para fazer com que osalunos dos nveis inferiores passem para os nveisesperados de aprendizagem? Onde estamos e o que preciso modificar, incluir ouconsolidar para garantir, a cada aluno, seu direito deAPRENDER? Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 11 12. 12. Anlise qualitativa dos resultados Para reflexo: H diferenas entre a Proposta Pedaggica da sua escola eas Propostas Curriculares oficiais? Quais as interseces entre a Proposta Pedaggica de suaescola e as Propostas Curriculares oficiais? De que forma o desenvolvimento do plano do professorest articulado ao projeto do sistema estadual de ensino? Qual foi a recepo dos professores de sua escola, emrelao s Propostas Curriculares das disciplinas e aosCadernos do Professor das disciplinas? Qual a importncia pedaggica em se definir uma Matriz deReferncia para a Avaliao? A escola deve tambm ter explcita uma Matriz deReferncia para a Avaliao em sua Proposta Pedaggica?Por qu? Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 12 13. 13. O percurso da anlise dosresultados no Relatrio O currculo As Matrizes de Referncia para a Avaliao O desempenho nos itens A construo da Escala de Proficincia (Saresp2007 / 2008) A Escala distribuda pelos nveis de proficinciae sries avaliadas Snteses por nvel e srie O currculo (Recomendaes)Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 13 14. 14. Retomadas As Matrizes de Referncia, um recorte do currculo,expressam as habilidades que podem ser aferidas emuma prova escrita. Os resultados, por sua vez, so expressos em umaEscala que descreve o desempenho efetivo dos alunosna prova aplicada, ou seja, aquilo que efetivamenterealizaram nas tarefas propostas. A Escala oferece um panorama das habilidades dedomnio dos alunos, dentre aquelas inseridas nasMatrizes de Referncia. Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 14 15. 15. O texto Nas Propostas Curriculares, nas Matrizes e nosresultados, os gneros de texto sodiferenciais a serem considerados na anlisepor sries. As tarefas de leitura esto diretamenteassociadas complexidade dos textos porsries, que por sua vez refletem asexpectativas de aprendizagem de domniodiscursivo dos textos pelos alunos nas sries. Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 15 16. 16. As tarefas de leitura importante retomar a questo dacomplexidade dos textos propostos para arealizao das tarefas de leitura. Os textos somais complexos, de acordo com a faixa etriae a srie que os alunos frequentam, apesar deno haver grande mudana dos gneros. As tarefas de leitura tambm vo sendo maiscomplexas, exigindo graus diferentes dehabilidades por srie. s vezes, quando odesempenho descrito, d a impresso de eleser o mesmo. Mas no pelos dois fatoresdiferenciais: a complexidade dos textos e dastarefas realizadas. Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 16 17. 17. O que aprender em cada srie Outra questo fundamental a ser considerada o que cada aluno deve aprender em cadasrie. Os contedos de aprendizagem vo setornando mais complexos a cada srie. Nosresultados por srie essa relao deve sertambm relevante na anlise. Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 17 18. 19. O carter cumulativo da Escala Ao se considerar a anlise de desempenho emuma srie/nvel deve-se refletir sobre odesempenho nas sries anteriores a elaapresentadas e sua representao nos pontosda Escala. Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 18 19. 20. O principal problema O problema parece ser o nmero de alunosem cada srie / nvel que conseguedemonstrar os conhecimentos avaliados, jque, em geral, como se pode observar naleitura da Escala, os alunos apresentam osconhecimentos expressos nas Matrizes. A grande questo como conquistar aequidade desses conhecimentos bsicos paratodos, superando as diferenas individuais dedesempenho.Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 19 20. 21. O principal problema As diferenas de desempenho associadas aos nveisdemonstram que h alunos com conhecimentos muitodiferentes em cada srie. O propsito que tenhamos o maior nmero possvelde alunos nos nveis adequado e avanado por srie. Isso equivaleria dizer que eles dominam osconhecimentos da srie e esto prontos paracontinuar seus estudos com sucesso nas sriesposteriores.Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 20 21. 22. Do Saresp para a Escola Para reflexo: Leia o elenco de habilidades descritas para cada nvelno tpico 2.1. Elas representam o desempenho dosalunos no Saresp 2008. Se desejar, v at o anexopara compar-las com a descrio apresentada naEscala de Proficincia. Leia a interpretao dos resultados dada para cadanvel. Voc pode complet-la ou realizar outra maisapropriada com base nos dados apresentados naEscala de Proficincia. Considere as atuais quartas sries de sua escola econtextualize a sua interpretao dos nveis.Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 21 22. 22. Do Saresp para a Escola Quais competncias / habilidades / contedosprevistos so essenciais para que os alunos possamdar continuidade aos estudos (quais so os limites)? Como ser especificamente verificado se os alunosapresentam o domnio das competncias / habilidades/ contedos previstos? O que ser feito com os alunos que no conseguemaprender aquilo que foi previsto? Qual a proposta derecuperao da escola? Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 22 23. 23.Consideraes______________________________________________________________________SLIDES ADAPTADOS DA PROFESSORA ZULEIKA DE FELICE MURRIE( ORIENTAO TCNICA REALIZADA NO DIA 29/06/2009 SERRA NEGRA).APRESETNAO PROFESSORA CLAUDINIA APARECIDA CUNHA DE CAMPOSPCOP ALFABETIZAO Email pcopclaudineia@professor.sp.gov.br Prof Zuleika de Felice Murrie Slide 23