Resum oditaduramilitar

  • Published on
    26-Dec-2014

  • View
    1.387

  • Download
    3

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Transcript

<ul><li> 1. RESUMO: Ditadura Militar 1964-1985 </li> <li> 2. Fase da histria brasileira em que os militares estiveram no poder e no houve democracia. Sob o pretexto de defender a democracia, acabar com a corrupo e evitar a instalao do socialismo no pas, os militares derrubaram o presidente Joo Goulart. </li> <li> 3. O presidente Joo Goulart (Jango) durante sua visita aos Estados Unidos, em 1962. </li> <li> 4. Aps sua chegada ao poder, os militares suspenderam eleies para os cargos mais importantes (presidente, governador, etc) e eliminaram a oposio. Para se manter por tanto tempo no poder, os militares reprimiram violentamente todos aqueles que se opunham a ditadura. Os mtodos utilizados envolviam perseguio, priso, tortura, assassinatos e expulso do pas. </li> <li> 5. O GOLPE Para conseguir se estabelecer no Brasil, os militares necessitavam conquistar a opinio publica. Os golpistas procuram mobilizar a opinio publica principalmente a classe mdia, contra o governo. Apelaram para a ameaa do comunismo, que haveria de desmanchar as famlias, acabar com a propriedade privada e proibir a prtica religiosa. </li> <li> 6. Em 19 de maro de 1964, MARCHA DA FAMLIA, uma grande marcha contra as reformas de Joo Goulart foi realizada na cidade de So Paulo. Com o aumento dos protestos contra o governo de Joo Goulart, na noite do dia 31 de maro, tropas comandadas pelo general Olmpio Mouro comearam a marchar sobre o Rio de Janeiro. Era o incio do Golpe, que teve adeso de outros militares. Joo Goulart no teve como resistir e, na noite de 1 de abril, deixou o poder. </li> <li> 7. Olympio Mouro Filho (1900 - 1972) </li> <li> 8. Manifestantes na Marcha da Famlia com Deus pela Liberdade em 19 de maro de 1964 na Praa da S, em So Paulo </li> <li> 9. Tanques em frente ao Congresso Nacional patrulham a Esplanada dos Ministrios, em Braslia, aps o golpe militar de 1964. </li> <li> 10. GOVERNO HEBERTO ALENCAR CASTELO BRANCO (1964-1967) 26 Presidente </li> <li> 11. Teve como primeira medida a anulao das reformas de base de Joo Goulart. Ao mesmo tempo, iniciou a represso contra os opositores do regime militar. O presidente retribuiu o apoio das empresas multinacionais ao golpe militar liberando remessas de lucro para o exterior. Ele criou tambm o FGTS(fundo de garantia). Castelo Branco tambm controlou o movimento operrio, intervindo em sindicatos e proibindo greves. </li> <li> 12. ATOS INSTITUCIONAIS O controle do pas era realizado pelos Atos Institucionais, que eram decretos validados pelo presidente sem que houvesse a aprovao do poder legislativo. Entre o anos de 1964 e 1969, o Brasil teve 17 Atos Institucionais. Os mais conhecidos foram o AI-1 de 1964, que dava ao governo militar o direito de alterar a constituio, caar mandatos, suspender direitos polticos, etc. Por sua vez, o AI-5 de 1968, proibia manifestaes polticas. </li> <li> 13. GOVERNO ARTHUR DA COSTA E SILVA (27 Presidente do Brasil) 1967-1969 </li> <li> 14. Assumiu o governo com uma nova constituio promulgada em 1967, que dava amplos poderes ao presidente. Seu governo foi palco de inmeras manifestaes do operariado e do meio estudantil como, por exemplo, a Passeata dos 100 mil no Rio de janeiro( contra a morte do estudante Edson Lus). Aps adoecer, Costa e Silva impedido de exercer a presidncia. </li> <li> 15. Vladimir Palmeira, o lder do movimento civil, discursando durante a Passeata dos Cem Mil, em 1968 </li> <li> 16. Estudantes velam corpo de Edson Luis </li> <li> 17. GOVERNO EMLIO MDICI 1969-1974 (28 Presidente do Brasil) </li> <li> 18. Mdici com o presidente dos Estados Unidos Richard Nixon, em dezembro de 1971. </li> <li> 19. Quando Mdici assumiu o poder , grupos armados j atuavam nas grandes cidades. Dentre estes, destacou-se o MR-8 (movimento revolucionrio 8 de outubro), liderado pelo ex- militar Carlos Lamarca. Este grupo armado ficou mundialmente conhecido pelo seqestro do embaixador norte- americano Charles Elbrick em 1969. Ao mesmo tempo que eliminou a resistncia armada ao regime militar , Mdici estabeleceu forte censura a imprensa e a produo cultural (msica, cinema,etc). A censura era organizada pelo Servio Nacional de Informaes (SNI). </li> <li> 20. Carlos Lamarca 1937-1971 (um dos lderes do MR-8) </li> <li> 21. Caados pelo governo, membros do MR-8 aparecem em cartazes de 'Terroristas Procurados' por todo o Brasil. </li> <li> 22. Charles Burke Elbrick (embaixador americano no brasil que foi seqestrado em 1969) </li> <li> 23. MILAGRE ECONMICO Durante o governo Mdici ocorreu o chamado milagre econmico. De 1968 a 1973, o Brasil cresceu em mdia 11% ao ano. Por outro lado, os salrios ficaram em mdia mais baixos, a mortalidade infantil e a misria cresceram. Outros acontecimentos importantes que marcaram o governo Mdici foram: 1-Ponte Rio Niteri e Rodovia Transamaznica; 2- Copa de 70; 3- Brasil ame-o ou deixe-o, ou seja, quem no aceitasse o pas como ele estava deveria deix-lo. </li> <li> 24. Ponte Rio-Niteri </li> <li> 25. Construo da ponte </li> <li> 26. Tratores fazem terraplanagem em trecho da Rodovia Transamaznica ainda em construo </li> <li> 27. Distncia e localizao </li> <li> 28. trecho da estrada atualmente </li> <li> 29. GOVERNO ERNESTO GEISEL 1974-1979 (29 Presidente do Brasil) </li> <li> 30. Ernesto Geisel, durante jantar oferecido a Jimmy Carter (presidente dos EUA), 29 de maro de 1978. </li> <li> 31. Durante o governo Geisel h uma diminuio da censura. Em 1974, houve eleies livres para senadores, deputados e vereadores. O MDB (movimento democrtico brasileiro) ligado a oposio, venceu facilmente a ARENA (aliana renovadora nacional) ligada ao governo. Para evitar novas derrotas, Geisel decretou um conjunto de medidas conhecido como Pacote de Abril (em abril de 1977). Dentre essas medidas, destaca-se o fechamento do Congresso Nacional. </li> <li> 32. GOVERNO JOO FIGUEIREDO 1979-1785 (30 Presidente do Brasil) </li> <li> 33. Neste perodo, as manifestaes populares e os movimentos operrios que pediam a redemocratizao do pas foram crescendo. A primeira grande campanha popular foi a Campanha da Anistia, que exigia a anulao das condenaes daqueles que tinham sido expulsos do pas. </li> <li> 34. Em maro de 1983, assumiram novos governadores dos estados, os primeiros escolhidos por eleies diretas aps 18 anos. O povo passa a exigir eleies diretas tambm para presidente. Em 1985, aps 21 anos de militarismo, o presidente volta a ser um civil, aps as manifestaes populares conhecidas como Diretas J. </li> <li> 35. Manifestao em Braslia, diante do Congresso Nacional. </li> <li> 36. Passeata no centro de So Paulo, em 16 de abril de 1984 </li> </ul>