Design Pra Quem Não é Designer

  • Published on
    05-Jun-2015

  • View
    9.334

  • Download
    1

Embed Size (px)

Transcript

<ul><li> 1. DESIGN PARA QUEM NO DESIGNER Noes bsicas de planejamento visual Retirado do livro: Design para quem no designer. Willians, Robin. 7 edio, So Paulo : Callis. 1995.</li></ul> <p> 2. Princpios Bsicos </p> <ul><li>Vejamos a seguir uma capa de um</li></ul> <ul><li>relatrio comum (e sem criatividade):</li></ul> <ul><li>centralizada, com espaos iguais para</li></ul> <ul><li>preencher a pgina. Se voc no soubesse</li></ul> <ul><li>ler em portugus, pensaria que so seis</li></ul> <ul><li>tpicos separados na pgina, pois cada</li></ul> <ul><li>linha parece ser um elemento individual. </li></ul> <p>Tudo o Que Vai Volta Lies para viajar de carona pelo pas Robin Willians 1 de Janeiro de 2001 A seguir aplicaremos os quatro princpios bsicos, acompanhando os resultados: 3. Proximidade Tudo o Que Vai Volta Lies para viajar de carona pelo pas Robin Willians 1 de Janeiro de 2001 Se os itens estiverem relacionados entre si, agrupe-os em proximidade. Separe-os, se eles no estiverem diretamente ligados. Varie o espao entre os itens para indicar a proximidade. Aproximando o ttulo do subttulo, criamos uma unidade bem-definida, no lugar de seis unidades segmentadas. Ficou ntido que os dois tpicos esto ligados entre si. Distanciando o nome do autos e a data, fica claro que estas informaes no fazem parte do ttulo. 4. Proximidade -CD-ROMs CD-ROMs CDs para crianas CDs educacionais CDs de lazer Discos laser -Educacional Aprendizado inicial Idiomas Cincias Matemtica -Material do Professor Livros Material do professor Vdeos -Hardware e Acessrios Cabos Dispositivo de entrada Armazenamento Memria Modems Impressoras e acessrios Vdeo e som O maior problema desta lista quetudo est prximo de tudo , dificultando uma relao ou organizao. CD ROMs Educacional Material do Professor Hardware &amp; Acessrios CD ROMs CDs para crianas CDs educacionais CDs de lazer Discos laser Idiomais Cincias Matemtica Livros Material do professor Vdeos Cabos Dispositivo de entrada Armazenamento Memria Modems Impressoras e acessrios Vdeo e som A mesma lista foi criada atravs de grupos visuais. Acrescentando umcontraste aos ttulose alinha divisriad-se mais legibilidade, o que torna mais fcil uma relao entre o ttulo e seus tpicos. 5. Alinhamento Tudo o Que Vai Volta Lies para viajar de carona pelo pas Robin Willians 1 de Janeiro de 2001 Fique atento a cada elemento que voc colocar na pgina. Alinhe cada objeto com uma parte lateral de outro, para que a pgina inteira fique unificada. Mesmo que o nome do autor esteja distante do ttulo, existe uma conexo visual entre os dois elementos, criada atravs do alinhamento. O exemplo anterior tambm est alinhado: o alinhamento a centralizao. Mas como voc pode ver, alinhando esquerda ou direita (como este exemplo) voc cria uma lateral mais marcante, mais fcil de seguir com os olhos. 6. Repetio Tudo o Que Vai Volta Lies para viajar de carona pelo pas Robin Willians Repetio uma forma mais marcante de criar consistncia em um material. Avalie se apropriado fazer com que um dos elementos fique mais marcante e utilize-o como o elemento repetitivo. A fonte diferenciada do ttulo se repete no nome do autor, fortalecendo a conexo entre ambos.Os pequenos tringulos foram especialmente acrescentados para criar uma repetio. Apesar de cada um deles apontar para uma direo diferente, a forma triangular suficientemente especfica para ser reconhecida em todas as suas incidncias na pgina. A repetio ajuda a unificar elementos separados do design (da diagramao). 7. Contraste Robin Willians Voc concorda com o fato de que o exemplo deste slide atrai seus olhos muito mais do que o anterior? Neste caso, o responsvel ocontrastedo preto contra o branco. H vrias maneiras de criar contrastes: linhas, fontes, cores, relaes espaciais, direes, etc. O trabalho com o contraste neste exemplo foi apenas o de acrescentar a caixa preta. Realce um pouco a letra colocando o subttulo em itlico, contrastando-o com a letra normal (sem italizao) do ttulo e do nome do autor.Tudoo Que VaiVolta Lies para viajar de carona pelo pas 8. Tipologia A combinao de fontes diferentes visa aperfeioar a comunicao, porm, algumas vezes esta combinao pode confundi-la. Tome cuidado ao utilizar vrios tipos de fontes, crie sempre um contraste para melhorar o entendimento. H seis maneiras claras e diferentes de contrastar a tipologia: No seja TMIDO Exponha suas idias! Um contraste de tamanho nem sempre significa que voc deva fazer com que o tipo fique grande; significa que deve haver um contraste. Por exemplo: quando voc v uma pequena linha isolada em uma pgina grande de jornal, fica com vontade de l-la, certo? Grande parte do que o convida a faz-lo o contraste do tipo muito pequeno colocado em uma pgina grande. 9. O peso de uma fonte refere-se espessura dos traos. A maioria das famlias desenhada com vrios pesos: regular, bold (negrito), light, etc. O contraste dos pesos uma das melhores maneiras de aumentar a esttica visual de uma pgina sem redesenhar algo, mas voc nunca poder alcanar o contraste belo e forte se no tiver uma fonte com traos grandes e fortes. Arial Arial Medium Arial Black (bold) Outro Newsletter Ttulo nononononononononononononononononononononononononononononononononononOnonononononononononononononononononononononononononononononono.. Outro Ttulo nonononononononononononononononononononononononononononononononononononononononononOnonononononononononononononononononononononononononononononono.. nononononononononononononononononononononononononononononOnonononononononononononononononononononononononononononononono.. Subttulo nononononononononononononononononononomnononononononononononononononononOnonononononononononononononononononononononononononononononono.. Outro Newsletter Ttulo nononononononononononononononononononononononononononononononononononOnonononononononononononononononononononononononononononononono.. Ttulo nonononononononononononononononononononononononononononononononononononononononononOnonononononononononononononononononononononononononononononono.. nononononononononononononononononononononononononononononOnonononononononononononononononononononononononononononononono.. Subttulo nononononononononononononononononononomnononononononononononononononononOnonononononononononononononononononononononononononononononono.. 10. Serifado Estrutura Serifas Contraste grosso-fino Sem Serifa No h serifas No h contraste grosso-fino nos traos Existem ainda as categorias: Moderno, Manuscrito, Decorativo, Estilo Antigo. Ode Ode Ode Ode Ode Ode Ode Ode Ode A estrutura refere-se maneira atravs de qual uma letra construda e, como podemos ver atravs deste exemplo, a estrutura de cada categoria bastante distinta. Dica importante:nunca coloque duas fontes de mesma categoria na mesma pgina . No h como disfarar suas similaridades. Alm disso, existem tantas opes! Por que dificultar as coisas? 11. Forma A forma de uma letra refere-se ao seu formato. Os caracteres podem ter a mesma estrutura, mas suas formas podem ser diferentes. Por exemplo, a letra G (em caixa-alta) tem a mesma estrutura da letra g (em caixa-baixa) da mesma famlia. Entretanto, suas verdadeirasformas ou formatos so muito diferentes. Este um tipo de contraste muito prtico, e aumenta a legibilidade e nfase de uma palavra ou frase. Gg Aa Bb Hh Ee As formas de cada uma destas letras maisculas so completamente diferente das minsculas. Portanto,caixa-altaversuscaixa-baixa outra maneira de contrastar os tipos. Usar caixa-alta algumas vezes (no exagere!) faz surgir um CONTRASTE girafa GIRAFA tartaruga TARTARUGA 12. Direo PARA CIMA! O tipo inclinado para cima cria uma energia positiva.Girar, inclinar, inverter, etc, as vezes podem ser uma boa maneira de enfatizar e contrastar uma parte de seu texto. Ttulo longo nas duas colunas Nononononono nonononononononononononononononononononononononononononononononononononononononononononononononononononononononononono. Subttulo nononononon ononononononononononoonnonononononononono. newsletter Nononononononononononononononononononononononononononononononononononononononono.Nonononono nononononononononononononononononononononononononononononononononononononononono.. Segundo Ttulo interessante s vezes um redirecionamento marcante do tipo cria um impacto dramtico ou um formato nico, o que justifica plenamente seu uso.</p>