Exames Bioquímicos

  • Published on
    01-Jun-2015

  • View
    343

  • Download
    1

Embed Size (px)

Transcript

<ul><li> 1. Cincia que estuda os processos qumicos que ocorrem nos organismos vivos Camila Ferreira da Silva Jssica Mariane Evangelista Zebini Hellen Gouveia Jacinto Giselle Buono de Oliveira </li></ul> <p> 2. Utilizada pelas clulas como fonte de energia e intermedirio metablico Tambm chamada de :GLUCOSE/ DEXTROSE Fornece 4 kcal/grama Frmula Qumica: C6H12O6 Sua degradao qumica durante o processo de respirao celular d origem energia qumica, que fica armazenada nas molculas de ATP, gs carbnico e gua. Pode ser obtida atravs dos alimentos, porm este no a nica fonte de glicose. 3. Glicose em jejum 8-10 horas de jejum absoluto Glicemia Curva Glicmica Teste de tolerncia Glicose Glicose ps-prandial Aps determinada refeio Glicose na urina ( pedida como exame de rotina ou pr-natal) Objetivo: Avaliar a quantidade de glicose no sangue em diversos perodos 4. Glicemia Glicose em jejum ou glicose ps-prandial Curva glicmica Glicose na Urina 5. Deteco de Hiperglicemia ou Hipoglicemia Deteco de Diabetes: ( utiliza-se a Curva Glicmica ou a Glicemia em Jejum) Deteco de Diabetes Gestacional (utiliza-se o exame de Curva Glicmica) 6. Tubo de coleta identificado com data/horrio de coleta/nome do paciente/ leito/ tipo de exame Tcnica de coleta de sangue segura e limpa No manter o garrote fixado durante a coleta do sangue Avisar o paciente sobre o procedimento Armazenar o tubo de coleta em local adequado Descartar os materiais em lixo adequado 7. O exame de Curva Glicmica realizado atravs da coleta sangunea em diversos perodos, como em jejum, aps determinada refeio, etc Doenas como acromegalia, estresse agudo, Insuficincia renal crnica, hipertireoidismo, cncer pancretico e pancreatite podem causar alteraes nos valores normais de Glicose 8. um produto da degradao da fosfocreatina no msculo Frmula Qumica: C4H7N3O Quanto maior for a massa muscular do indivduo, maior ser a taxa de creatinina produzida pelo corpo filtrada pelos Rins 9. Forma-se no fgado, filtrada pelos Rins e eliminada pela Urina ou pelo Suor Principal componente do metabolismo Protico Pode ser encontrada na urina, sangue e linfa Frmula Qumica: (NH2)2CO 10. Exame de sangue Urina 24h 11. Avaliar a funo dos rins Portadores de doenas como hipertenso, Diabetes, doenas metablicas Idosos acima de 50 anos Suspeita de doena renal em estgio avanado 12. Realizado atravs da coleta sangunea ou urinria Valores normais: (pessoas at 20 anos) - Homens: 90ml/min a cada 1,73m de superfcie corporal - Mulheres: 84ml/min a cada 1,73m de superfcie corporal *pessoas mais idosas: 6ml por minuto 13. Tempo de realizao: 5 minutos Finalidade: avaliar funo muscular, diagnosticar distrofia muscular Cuidados de Enfermagem: - Orientar no pratica de exerccios fsicos por um perodo de 12h anterior ao exame - Orientar ao jejum absoluto por 24h Valores normais: homens 0.2 a 0.6 mg /dl mulheres: 0.6 a 1 mg / dl 14. Material a ser analisado: sangue extrado da veia do brao. Tempo de realizao: 5 a 10 minutos. Finalidade: avaliar a funo renal, confirmar e/ou avaliar a evoluo de uma patologia que afete a funo dos rins. (Ajuda a avaliar a intensidade de uma desidratao) Valores normais: Nitrognio ureico no sangue entre 8 e 20 mg /dl. Uria no sangue 15. Tempo gasto para realizao do exame: 5 a 10 minutos. Finalidade: avaliar a funo renal. Cuidados de Enfermagem: jejum completo de pelo menos 12 horas, previas ao exame. Descrio do exame: extrao da amostra de sangue. Colheita de urina: esvaziar a bexiga e descartar a urina, beber gua, colher nova urina uma hora aps, e uma segunda amostra uma hora mais tarde. Valores normais: 64 a 99 ml/minuto (fluxo urinrio de menos de 2 ml x minuto) O clearance normal est entre 41 a 68 ml/minuto Se o fluxo urinrio menor que 1 ml/minuto o exame no pode ser realizado. Clearance de Uria 16. Responsvel pelo balano hdrico da gua e participa da manuteno do potencial eltrico da membrana celular Exame que avalia: Coleta sangunea Formula Molecular: Na 17. Presente nas extremidades dos cromossomos estabilizando-os Possibilita a transmisso do impulso nervoso Encontrado em Hortalias Exame que detecta: Coleta sangunea 18. Armazenado no retculo endoplasmtico das clulas Atua como mediador celular, funo de segundo mensageiro Participa de funes enzimaticas, interfere nos processos de transcrio, ativao de genes e apoptose Metal mais abundante no corpo humano Essencial para a transmisso nervosa, coagulao do sangue e contrao muscular; atua na respirao celular, garante boa formao e manuteno de ossos e dentes 19. Tanto o sdio como o potssio e o clcio atuam na manuteno do equilbrio hidro eletroltico, sendo assim a equipe de enfermagem ao encontrar um paciente descorado, com turgor diminudo e perfuso tissular perifrica ineficaz, pode suspeitar de deficincia em algum destes elementos. O exame de sangue ir apresentar a dosagem desses elementos na corrente sangunea do indivduo </p>