Jornal Cidade - Ano I - Nº 12

  • Published on
    24-May-2015

  • View
    2.880

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

http://www.jornalcidademg.com.br >Acesse e veja mais notcias Jornal Cidade - Ano I - N 12 - 27 de Setembro de 2013 Principais notcias das cidades do centro-oeste mineiro. Notcias de Lagoa da Prata, Santo Antnio do Monte, Moema, Pedra do Indai e Japaraba.

Transcript

<ul><li> 1. Jornal da Cidade - 27 de setembro de 2013Fotos e cobertura completa do Lagpir 10 anos Lagoa da Prata, 27 de setembro de 2013 - Ano I - N 12Pginas 8 e 9AUDITORIA APONTA IRREGULARIDADES NAS CONTAS DA PREFEITURA EM 2012 O prefeito Paulo Csar Teodoro contratou a empresa Libertas Auditores &amp; Consultores para fazer uma auditoria nas contas da prefeitura no exerccio de 2012, ltimo ano do mandato do ex-prefeito Antnio Divino de Miranda (Divininho). Um requerimento apresentado pelo vereador Adriano Moraes/ PV na ltima reunio da Cmara Municipal, segunda-feira 23, tornou pblico o relat-rio da auditoria externa. De acordo com o balano das investigaes, h indcios de diversas irregularidades encontradas nas contas da prefeitura. O prefeito Paulo Csar Teodoro encaminhou ao Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais uma representao informando as irregularidades e ilegalidades que teriam sido cometidas na administrao ex-prefeito Divininho em 2012. Paulo Teodoro tambm enviouo relatrio da auditoria para o Ministrio Pblico, como o fez tambm o vereador Adriano Moraes. Divininho afirma, por meio de nota enviada ao Jornal da Cidade, que est com a conscincia tranquila e acrescenta: Tenho plena convico que se trata de perseguio poltica e forma de desviar a ateno das pessoas para o que realmente importa: administrar a cidade, diz a nota.Pginas 3 e 5Polcia Militar agora tem ponto de apoio na sede da ACE/CDLDiretores da ACE/CDL e Polcia Militar: parceria em prol da segurana pblica Foi inaugurado na manh de ontem um ponto de apoio da Polcia Militar na sede da Associa Comercial e Empresarial de Lagoa da Prata (ACE/CDL). De acordo com o presidente Valdir Jos de Andrade, a iniciativa vaifacilitar o trabalho da polcia e oferecer mais segurana s pessoas que usam os servios da associao. Os comerciantes do Centro que precisarem da Polcia Militar tero esse Posto de Apoio para registrar o boletim de ocorrncia.Isso facilita o trabalho da PM e agiliza o atendimento. Outro ponto positivo e a sensao de segurana por parte dos nossos funcionrios e dos usurios da associao, que hoje oferece atendimento rpido no caixa Atende Bem, disse Andrade.URGENTE: Vendo esta casa rea grande na frente e no fundo. Sala, 3 quartos, cozinha e banheiro. Coberta de laje e telha. Barraco nos fundos, com 1 quarto grande, 1 cozinha, 1 banheiro e 1 rea pequena. Terreno todo cimentado. Documentao em dia.R. Cear, 275, bairro Nossa Senhora das Graas. Contato: Luiz Puentes3261-4036Vereador Adriano Moraes conversa com o promotor Luis Augusto sobre as denncias</li></ul><p> 2. 2Jornal da Cidade - 27 de setembro de 2013Quatro jogos e quarenta gols na Copa Lagoacred Card de Futsal O pblico tem comparecido em massa nos jogos da Copa Lagoacred Card de Futsal em Lagoa da Prata. Os jogos comearam na sexta-feira (20), quando a Farmel, vice-campe da ltima edio da copa, venceu por 10 a 1 a BioSev. Na mesma noite a atual campe,Transportadora Pontual, enfrentou o Sicoob Lagoacred Gerais, ficando em 5 a 1 para a Transportadora Pontual. Na tera-feira (24), a segunda rodada trouxe o duelo entre a Prefeitura de Luz e Souza Paiol. A partida terminou empatada em 4 a 4. Na mesma noite, o Cruzeiro, de Ar-cos, enfrentou o Topo KV Campos Altos, com 15 gols, sendo 10 do time de Campos Altos e 5 para o Cruzeiro de Arcos. Na sexta-feira (27) a Prefeitura de Santo Antnio do Monte enfrentou American Pell s 20h e as 21h15 foi a vez do Sonho de Craque/Trevinho enfrentar o timede Bom de Despacho. At o fechamento dessa matria o resultado ainda no havia sado. Os jogos da CopaLagoacred Card de Futebol seguem at o dia 8 de novembro, quando as equipes finalistas se enfrentaro para decidi-rem quem ser a campe de 2013. Os resultados dos jogos sero divulgados no Portal TV Cidade na internet. 3. Jornal da Cidade - 27 de setembro de 2013Auditoria aponta irregularidades na Prefeitura em 20123No relatrio final da auditoria, gesto do ltimo ano do governo Divininho foi qualificada como temerria e irresponsvel. Ex-prefeito afirma estar tranquilo e que est sofrendo perseguio poltica Um requerimento apresentado pelo vereador Adriano Moraes/PV na ltima reunio da Cmara Municipal, segunda-feira 23, tornou pblico o relatrio de uma auditoria externa contratada pela atual administrao para analisar os aspectos oramentrio, financeiro, fiscal e contbil do exerccio 2012, ltimo ano da gesto do ex-prefeito Antnio Divino de Miranda (Divininho). De acordo com o balano das investigaes feitas pela empresa Libertas Auditores &amp; Consultores, h indcios de diversas irregularidades encontradas nas contas da prefeitura do referido ano. O prefeito Paulo Csar Teodoro encaminhou ao Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais uma representao informando as irregularidades e ilegalidades que teriam sido cometidas na administrao do ex-prefeito Divininho em 2012. De acordo com o relatrio tcnico de auditoria (...) foi qualificada como temerria no aspecto administrativo e irresponsvel no aspecto fiscal, o que enseja a rejeio das contas do referido exerccio, argumenta Teodoro, no texto da representao, sobre a gesto do ex-mandatrio. Paulo Teodoro ainda enviou o relatrio da auditoria para o Ministrio Pblico, como o fez tambm o vereador Adriano Moraes. Divininho afirma, por meio de nota enviada ao Jornal da Cidade, que est com a conscincia tranquila e acrescenta: Tenho plena convico que se trata de perseguio poltica e forma de desviar a ateno das pessoas, para o que realmente importa: administrar a cidade, diz a nota. IRREGULARIDADES APONTADAS RENNCIA DE RECEITA: O Municpio no adotou medidas administrativas para robustecer a arrecadao de suas receitas prprias, especialmente do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e do ISSQN (Imposto Sobre Servio de Qualquer Natureza), no tocante cobrana, recadastramento da planta de valores e fiscalizao efetiva, descumprindo a determinao do artigo 11 da Lei de Responsabilidade Fiscal. Constatou-se a renncia de receita em razo da ausncia de reteno na fonte do ISS sobre a prestao de servios para a prpria Prefeitura. De acordo com o relatrio, o Municpio deixou de arrecadar de uma empresa prestadora de servios de engenharia e pavimentao o equivalente a R$ 15.349,88. De uma outra empresa que prestou servio de pavimentao, foi comprovada a ausncia de recolhimento no valor de R$ 25.308,63 GASTOS ACIMA DA ARRECADAO: Comparando-se a Receita Arrecadada com a Despesa Realizada no exerccio de 2012 foi apurado um dficit oramentrio na ordem de 1,41% do total da arrecadao efetivada, novalor de R$ 940.132,47. Tal conduta, de acordo com o relatrio da auditoria, demonstra que o ex-gestor descumpriu o preceito fundamental da Responsabilidade Fiscal, previsto na Lei Complementar n 101/2000, que determina que nunca devem ser realizadas despesas alm da receita efetivamente arrecadada. DVIDAS PARA O PRXIMO GOVERNO: A Libertas Auditores e Consultores constatou que em 31/12/2012 o total geral das disponibilidades de caixa era suficiente para cumprir com o montante da dvida passiva da Prefeitura Municipal. No entanto, no que se refere aos recursos no vinculados, observou-se que o comprometimento das obrigaes em 31/12/2012 superava as respectivas disponibilidades de caixa no valor de R$ 650.508,49. CONTRATAO IRREGULAR DE PESSOAL: A auditoria identificou a contratao de pessoal sem concurso pblico ou processo seletivo, sendoque algumas delas foram realizadas atravs de prego ou inexigibilidade. Referida contratao, de acordo com a Libertas, caracteriza a terceirizao ilcita de mo de obra, sendo que tais gastos no foram computados como despesa de pessoal. LICITAES: Foram apurados diversos casos em que o Municpio de Lagoa da Prata incorreu na ausncia/dispensa de licitao, ou em seu fracionamento, quando esta era exigida. Merece destaque o ocorrido em relao ao prego realizado em 29 de dezembro de 2011, que deu origem ata 127/2011, para a contratao de combustvel. De acordo com o relatrio da auditoria, aps a contratao foram realizados trs aditivos ata de registro de preos de nmero 127/2011. Atravs do primeiro termo, firmado em 30/01/2012, foi acrescido o valor de R$ 52.360,00 ao total da licitao. O segundo, realizado em 02/03/2012, alterou o valor do leo diesel para R$ 1,96 quando este era de R$ 1,87. O terceiro termo aditivo, por sua vez, aumentou 200 litros de gasolina ao quantitativo. A auditoria tambm verificou situaes que podem, eventualmente, indicar indcios de direcionamento de licitao e contratao direta de artistas sem observncia de diversas formalidades legais, realizadas de forma lesiva ao interesse pblico. Na maioria dos processos licitatrios auditados foram verificadas fragilidades no que se refere aos preos contratados pela Administrao de Lagoa da Prata como: valores divergentes e falta de cotao de preos ou oramentos deficientes e incompletos. Foram constatadas situaes em que houve desvantagem para a Administrao em razo da adoo de critrio de licitao inadequado. A auditoria constatou a existncia de diversos contratos firmados no exerccio de 2012 sem justificativa, desprovidosda indicao do interesse pblico em adquirir os materiais e servios. CONVNIO COM A FUNDAO SO CARLOS: A auditoria constatou irregularidades no convnio n 36/2012, firmado com a Fundao So Carlos (FSC). De acordo com as prestaes de contas apresentadas, alguns profissionais acumularam plantes em especialidades diversas, sobrepondo perodos, horrios e dias, gerando o pagamento cumulativo pela entidade. Dentre outras irregularidades apresentadas no convnio, de um total de R$ 1.036.800,00 repassados FSC , apurou-se em 2012 o pagamento de R$ 401.954,55 a um mdico pelos servios prestados de obstetrcia, pediatria, clnica mdica e anestesia,com carga horria sobreposta, sendo que no currculo apresentado e nas informaes disponibilizadas no site do Conselho Regional de Medicina, a especialidade do mdico em questo em medicina geral comunitria. RAIO-X DO PAM: Um dos principais casos de prejuzo para a Administrao em razo da falta de fiscalizao o contrato firmado com uma empresa, em que servidores municipais operavam o servio de raio-x no Pronto Atendimento Municipal, sendo que o objeto do contrato tratava exatamente desta prestao de servio. O edital da contratao do servio, de acordo com a auditoria, contemplava o seguinte objeto: Servios de raio-x no Pronto AtendimentoMdico 24 horas, incluindo mo de obra, equipamento prprio, material de consumo, manuteno do equipamento e substituio de peas quando necessrios, atendendo solicitao da Secretaria Municipal de Sade. No entanto, de acordo com a Libertas, houve a utilizao inadequada de servidores do Municpio de Lagoa da Prata na operacionalizao do raio-x, sendo que, somente no ano de 2012, os vencimentos dos empregados pblicos somaram a quantia de R$ 52.866,49. O relatrio completo da auditoria, com um volume de aproximadamente trs mil pginas, est disponvel na Cmara Municipal de Lagoa da Prata. Matria continua na pgina 6. 4. 4Jornal da Cidade - 27 de setembro de 2013Pegue o seu JORNAL DA CIDADE nestas empresas. de graa. PADARISO/SANTA EUGNIA II Padaria e Lanchonete Ponto do Caf CENTRO Panicadora Prado Panicadora Po Quente Drogaria Minasprev Panicadora Samantha Padaria Central Laboratrio Geraldo de Almeida O Franguinho Umuarama Clube Droga Rede AMRICO SILVA Disk Tudo do Juninho Panicadora e Lanchonete Po Quente Panicadora e Lanchonete Sabor do Trigo Mundo Animal Mercearia do Casquinha GOMES Casa do Po de Queijo Panicadora Po da Vida ETELVINA MIRANDA/NOSSA S. DAS GRAAS Padaria Joo Paulo MARIA CLARA LUCIANOMARLIA Padaria Po Quente Panicadora Po Quente Bar do Paulista Mini Mercado Marlia Mercearia Santa Clara SANTA EUGNIA Panicadora e Lanchonete Sabor do Trigo Panicadora e Lanchonete Real Panicadora Po de Ouro SANTA HELENA O Franguinho Panicadora e Lanchonete Trigo da Terra CHICO MIRANDA Panicadora Po Quente SOL NASCENTE Panicadora Po de Mel SO JOS Mercearia do Zizico Aougue Cupim de Boi SANTA ALEXANDRINA Supermercado Ki BaratoCIDADE PROPRIEDADE CNPJ INSCRIO ESTADUAL INSCRIO MUNICIPALA viagem mgicaHENRIQUES Esquina LanchesQuer receber o JORNAL DA CIDADE no conforto de sua casa? Ligue para 9938-6310JORNAL DACARTA AO LEITORQuem voc? Quais so os seus medos e traumas? O que impede voc de ser feliz? Provavelmente, poucas pessoas sabero responder a estas perguntas. Por medo de morrer, deixam de viver. Por desconhecer as suas fraquezas, criam subterfgios para mascarar os seus verdadeiros sonhos. O certo que cada um ns carrega o dom de mudar a sua prpria histria a partir da forma como enxergamos o mundo. possvel mudar o mundo com a mudana da mente. Vrias pessoas em Lagoa da Prata tem se permitido reencontrar e viajar nas profundezas da mente durante um treinamento para desenvolvimento pessoal, intitulado Voc. Fui um dos passageiros da ltima viagem mgica e recomendo. Transcrevo a seguir um e-mail que recebi nesta semana acerca de uma crnica do humorista norte-americano George Carlin, morto em 2008, que reflete sobre as mudanas de paradigmas da sociedade moderna e tem a ver com a experincia que vocpode vivenciar no curso: Ns bebemos demais, gastamos sem critrio. Dirigimos rpido demais, ficamos acordados at muito mais tarde, acordamos muito cansados. Lemos muito pouco, assistimos TV demais e raramente estamos com Deus. Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores. Ns falamos demais, amamos raramente, odiamos freqentemente. Aprendemos a sobreviver, mas no a viver; adicionamos anos nossa vida e no vida aos nossos anos. Fomos e voltamos Lua, mas temos dificuldade em cruzar a rua e encontrar um novo vizinho. Conquistamos o espao, mas no o nosso prprio. Fizemos muitas coisas maiores, mas pouqussimas melhores. Limpamos o ar, mas polumos a alma. Dominamos o tomo, mas no nosso preconceito; escrevemos mais, mas aprendemos menos; planejamos mais, mas realizamos menos. Aprendemos a nos apressar e no a esperar. Construmos computadores para armazenarDIRETOR PRESIDENTECOMERCIALDIRETOR EXECUTIVODISTRIBUIOCHEFE DE REDAOFALE CONOSCOmais informaes, produzimos mais cpias do que nunca, mas nos comunicamos cada vez menos. Estamos na era do fast- food e da digesto lenta; do homem grande, e de carter pequeno; lucros acentuados e relaes vazias. Essa a era de dois empregos, vrios divrcios, casas chiques e lares despedaados . Essa a era das viagens rpidas, fraldas e moral descartveis, das rapidinhas, dos crebros ocos e das plulas mgicas. Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouca na dispensa. Uma era que leva essa carta a voc, e uma era que te permite dividir essa reflexo ou simplesmente clicar delete. Lembre-se de passar tempo com as pessoas que ama, pois elas no estaro aqui para sempre. Lembre-se de dar um abrao carinhoso em seus pais, num amigo, pois no lhe custa um centavo sequer. PAULINHO x DIVININHO A auditoria contratada pelo prefeito Paulo Teodoro para fazer um raio-xJuliano Rossi - Editor nas contas da prefeitura no ltimo ano da administrao do ex-prefeito Divininho no tem fora de lei. Apenas, aps minuciosos estudos, recomenda aos rgos competentes do Estado a...</p>