jornal edição 115

  • Published on
    20-Jul-2015

  • View
    5

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • 101 a 15 de Maro de 2015TRIBUNA REGIONAL

    Tel.: (14) 3456-1143 / 997241319tribunaregionalsp@gmail.com

    Ano IV - Edio n 115 www.tribunaregionalsp.com.brOriente/Pompeia, 01 a 15 Maro de 2015

    C M

    Y K

    R$ 1,50

    Prefeito Dado tem reunio com Ministro Gilberto KassabO prefeito Dado

    Mris manteve audi-ncia com o Minis-tro das Cidades, Gil-berto Kassab, no final do ms de fevereiro, quando discutiu im-portantes assuntos em prol de Oriente.

    Na oportuni-dade, Dado solicitou a liberao de recur-sos para investimentos em infraestrutura para a cidade, tambm pe-diu para obras de re-capeamento asfltico,

    galerias pluviais, si-nalizao de trnsito

    e execuo de cala-das. Segundo o prefei-

    to Dado, diversos as-suntos foram tratados com o Ministro, e com o Deputado Federal

    Walter Ihoshi, gran-de parceiro de Orien-te que acompanhou tudo de perto e refor-

    ou os pedidos para o municpio. Dado co-menta sobre o encon-tro, Kassab foi muito atencioso e se mostrou interessado em con-tribuir com o desen-volvimento de nossa cidade, muito impor-tante termos um alia-do como ele, faz a di-ferena. O vereador Vado da Sade tam-bm esteve na reunio reforando as solicita-es do prefeito Dado.

    Prefeitura realiza com sucesso evento especial para as mulheres

    A Prefeitura de Orien-te, por meio do Fundo Social de Solidariedade, Secretaria da Promoo Social, da Sade, Educa-o e do Meio Ambien-te promoveu um gran-de evento para celebrar o Dia Internacional da Mulher (08/03).

    Pag. 8 Pag. 3

    Servidores da Sade recebem novos uniformes

    A Prefeitura de Oriente, atravs da Se-cretaria de Sade, tra-balha de forma organi-zada e competente para atender da melhor ma-neira possvel a popu-lao.

    Curso de Ovos de Pscoa grande novidade

    O Fundo Social de Solidariedade e a Secretaria da Promoo Social da Prefeitura de Oriente atuam em prol da populao, buscando solues e meio para que as pessoas possam crescer, se desenvolver e se transformar.

    Pag. 6

    Escola 17 de setembro passa por diversas melhorias

    A Escola Estadual 17 de Setembro vem pas-sando por diversas me-lhorias durante a atual gesto. As mudanas no ambiente escolar so fru-tos da parceria entre a di-reo, Prefeitura de Pom-peia e empresas privadas do municpio.

    Pag. 7

  • 201 a 15 de Maro de 2015TRIBUNA REGIONAL

    Apoio

    Jos Rodolpho Moris

    Vai fazer emprstimo? Fique atento para no cair em golpeCom o dinheiro cada vez mais curto, os brasileiros re-

    correm a vrias alternativas para ter recursos para pagar as contas. A busca por crdito facilitado uma das pos-sibilidades que existem. O consumidor, no entanto, deve ficar alerta para no ser enganado. Embora haja muitos bancos e financeiras que trabalham regularmente e de forma idnea nesse setor do mercado, quando o consu-midor est em busca de emprstimo pessoal e se depara com a exigncia de depsito prvio de qualquer quantia para que se libere o valor que est sendo requerido, infe-lizmente a chance de se estar diante de uma tentativa de golpe muito grande.

    preciso que o consumidor fique realmente descon-fiado caso haja cobrana de qualquer taxa, depsito para a aprovao de proposta ou para liberar o valor solicita-do. De maneira alguma feche qualquer contrato, pois no prtica das grandes financeiras oferecer crdito ao con-sumidor solicitando um depsito prvio

    O consumidor deve, antes de qualquer ao, buscar uma instituio autorizada pelo Banco Central.

    Para isso, descubra todos os dados possveis da em-presa ou de quem esteja lhe oferecendo o crdito e, por meio do atendimento ao consumidor oferecido pelo site do Banco Central (www.bcb.gov.br) ou pelo nmero 145, informe-se se a empresa tem autorizao para ofe-recer emprstimos.

    Caso, infelizmente, seja lesado por esses golpistas, v delegacia mais prxima, com todos os documentos possveis, nomes de pessoas com quem negociou e n-mero de contras bancrias que lhe deram para fazer os depsitos, e registre um Boletim de Ocorrncia.

    Escolas Estaduais recebem apoio da Prefeitura de OrienteInvestimento em Educao tem sido marco da administrao Dado Moris, exemplo disto, alm da Rede Municipal de Ensino escolas estaduais da cidade recebem apoio em merenda, servios gerais e outras atividades

    Investir em Educa-o acreditar em um futuro melhor, assim o prefeito Carlos Edu-ardo Boldorini Moris, o Dado Moris, resu-me sua experincia e os nmeros sem pre-cedentes que marcam seu mandato. Os n-meros mostram o re-flexo de uma admi-nistrao voltada para a Educao, somente no ano passado, qua-se 26% de todos os re-cursos foram destina-dos ao setor (quase R$ 1 milho/ano acima do proposto).

    Alm da ampla re-forma e ampliao da Emeif Elza Cava-das Reis, a implan-tao de sistema de ensino, aumento das vagas do maternal, in-vestimentos na meren-da e transporte esco-lar, aquisio de novos materiais, e outros in-vestimentos na Rede Municipal de Ensino, a Prefeitura Municipal de Oriente tem pres-tado servios tambm rede estadual de en-sino. So funcion-

    rios dedicados auxi-liar nas demandas das escolas, so servios de hidrulica/eltrica

    e outras demandas de manuteno como ser-vios de limpeza.

    As escolas estadu-

    ais enfrentam muitos desafios, dentre eles a falta de recursos talvez seja um dos maiores. Dentro do que per-mitido, nossa admi-nistrao sempre est e estar comprometida ajudar nesta impor-tante misso que exer-ce estas escolas, com-plementa Dado Moris.

    Exemplo de um tra-balho realizado com dedicao e compro-metimento, a Escola Estadual Aparecida Lopes Ramos que al-canou no ltimo Sa-resp o ndice de 120%, que considerada Nota Mxima entre todas as escolas do estado.

    Dengue j provoca vrias mortes na regio A dengue infeliz-

    mente dominou a re-gio. So vrios casos em Oriente, Pompeia, Quintana, Tup, Gar-

    a, Bauru, porm o es-tado mais crtico est Marlia. Na cidade vi-zinha so milhares de casos e j foram con-

    tabilizadas 15 mor-tes em decorrncia das complicaes causa-das pela dengue.

    O Ministrio da Sade informou nes-ta semana que mais de 400 cidades do Brasil, a maioria delas no es-tado de So Paulo, est com surto da doena.

    Segundo o go-verno, at 7 de mar-o foram registrados 224,1 mil casos da do-ena no pas, aumen-to de 162% em relao ao

    mesmo perodo do

    ano passado, quando houve 85.401 ocorrn-cias.

    O ministrio infor-mou ainda a queda de 31,5% no nmero de mortes entre 2014 e 2015. Entre 1 de ja-neiro e 7 de maro do ano passado morreram 76 pessoas. No mesmo perodo de 2015, fo-ram 52 bitos.

  • 301 a 15 de Maro de 2015TRIBUNA REGIONAL

    O Corao e as EmoesDesde os primrdios do comoderno, o homem acredita e cultivas os sentimentos do amor raiva e bondade ao corao.

    Crescemos acreditando que o nosso amor est den-tro dos nossos coraes, fazemos desenhos de co-raes sangrando quan-do atacados pela fecha do amor, vindo ligando nos-so sofrimento por no ter a pessoa amada.

    Faz a ns, pensar que este rgo situado entre nossos pulmes dentro da caixa .... seja o rgo das nossas emoes... Sinto in-formar que no .....

    Todas as nossas emoes so elaborados na verdade pelo crebro, seja pela vi-so, tato olfato ou mem-ria que libera hormnios que em algumas situaes lana adrenalina na corren-te sangunea (hormnio do luto a fuga que tem o po-der de acelerar o corao e nos sentimos no momento da emoo as palpitaes.

    Por isso que, emoo e corao seja sempre rela-cionado . Este rgo mus-culoso tem seu funciona-mento complexo e com

    nico objetivo de bombe-ar sempre para todos os r-gos e sintomas com alter-nncia da freqncia dos batimentos medidos por hormnios e influncia do meio externo ( emoes) e ou alteraes clinicas como febre desidratao e etc. Devemos portanto cui-

    dar da sade dos nossos coraes, praticando atitu-des nica e regular, evitan-do a obesidade e os abusos com a alimentao.

    Sou Dr. Roberto Daker cardiologista do Instituto do Corao de Marlia e professor da Faculdade de Medicina Famema.

    Integrantes do Renda Cidad tem primeiro encontro do ano Aconteceu na sema-

    na passada a primei-ra reunio do Progra-ma Estadual Renda Cidad em Oriente, quando as integran-tes puderam conhe-cer os cursos, aes, e os projetos que sero desenvolvidos ao lon-go do ano. De incio elas tiveram uma pa-lestra com o estudan-te de psicologia e jor-nalista Srgio Jr, que

    foi bastante produti-va e teve a boa parti-cipao de todas. Este

    programa de transfe-rncia de renda tem como propsito en-

    frentar o processo de empobrecimento de uma parcela signifi-

    cativa da populao, que tem alterado pro-fundamente a estru-

    tura da famlia, seu sistema de relaes e os papis desempe-nhados. O objetivo promover aes com-plementares e conce-der apoio financei-ro temporrio direto famlia, visando a autossustentao e a melhoria na qualida-de de vida da famlia beneficiria do pro-grama.

    Relgios de pontos digitais so instalados em reparties

    pblicas de OrienteA Prefeitura de

    Oriente segue se trans-formando para melhor, tanto para a populao quanto para seus servi-dores, que no dia a dia prestam importantes e indispensveis tra-balhos ao municpio. Exemplo disso a mo-dernizao do relgio de ponto em todos os locais pblicos da sa-de. Agora o ponto di-gital, seguro e muito mais confivel. Os re-

    lgios com leitor bio-mtrico foram insta-

    lados nas unidades de sade, enfim, em todos os departamentos da sade, a fim de estabe-lecer maior e mais efi-caz controle do horrio de entrada e sada do expediente. Essa ade-quao se d por con-ta do cumprimento da Portaria N 1.510 de 21 de agosto de 2009, que disciplina o regis-tro eletrnico de ponto nos departamentos.

    Servidores da Sade recebem novos uniformes

    A Prefeitura de Orien-te, atravs da Secretaria de Sade, trabalha de forma organizada e competen-te para atender da melhor maneira possve