RevistaFornecedores Governamentais 8

  • Published on
    18-Dec-2014

  • View
    1.005

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Cadastro Nacional de Fornecedores Governamentais

Transcript

  • 1. Cadastro Nacional de Fornecedores Governamentais | Ano II n 8 OUT/DEZ WWW.FORNECEDORESGOVERNAMENTAIS.COM.BR LIMPEZA PBLICA AMBULNCIAS IRRIGAO TINTAS DICAS DE LICITAO E MAIS 1 gua e tratamento Demolidoras Limpeza Pblica Telecomunicaes Uniformes
  • 2. 2
  • 3. EXPEDIENTE PREZADO LEITOR Os profissionais da Revista Fornecedores Governamentais,Editor trabalham comprometidos na busca de um objetivo comum:Ely Ramos levar ao conhecimento dos leitores temas relevantes aoely@fornecedoresgovernamentais.com.br mercado de produtos e servios.Diretor ComercialNestor Monteiro A edio de Outubro traz as mais recentes novidades sobre onestor@fornecedoresgovernamentais.com.br novo ano letivo de 2011 no que tange transporte, merenda e materiais escolares.Departamento ComercialGerente de contas - Raul S. AraujoGerente de contas - Marcial Revista reuni informaes cadastrais com uma lista completa no formato classificado de A Z, de mquinas, produtos e serviosSuperviso AdministrativaPatrcia Domingues fornecidos por um grande nmero de importantes empresasRamily Mate acostumadas a vender para os ORGOS PUBLICOS, alm de matrias informativas sobre fornecedores anunciantes.Arte e CriaooSushi.com.br A Revista Fornecedores Governamentais uma publicao com circulao gratuita nas PREFEITURAS e ESTADOS, deFORNECEDORES GOVERNAMENTAIS - Catlogo Nacional periodicidade trimestral, com isso suas informaes souma revista dirigida aos ORGOS de ADMINISTRAO PUBLICA constantemente atualizadas.MUNICIPAL, ESTADUAL e FEDERAL, mostrando informaessobre produtos, servios e tecnologias. E com essa viso que, ms a ms, nossas equipes seA Revista Fornecedores Governamentais Catlogo Nacional dis-tribuda nominalmente e gratuitamente para os departamentos de empenham em produzir com excelncia nossos produtos nacompras, diretores de licitaes e compras, Secretrios de (Obras, FORNECEDORES GOVERNAMENTAIS, a cada Revista, a cadaHabitao, Sade, Transporte, Administrao, Saneamento e Etc.),Autarquias e prestadores de servios para administrao pblica. mdulo no Portal e a cada informao diagramada.A Revista Fornecedores Governamentais uma publicao trimes-tral da E. R. Pro. Art. Ltda. Nosso objetivo divulgar produtos e servios e alavancar ne-Rua Capricho, 694 Vila Gustavo gcios para novos e efetivos fornecedores, para tanto acre-CEP: 02254-000 So Paulo - SP TEL 11 2804-2790 ditamos no sucesso da nossa Revista, e nos eficazes meiosA Revista Fornecedores Governamentais Catlogo Nacional no eletrnicos e impressos.intervir em questes referentes a marcas e patentes por materialde insero e matria publicada fornecida pelo anunciante.Para anunciar ligue: 11 3294-9768 Bons negcios!CADASTRE-SE ATRAVS DO PORTALwww.revistafornecedores.com.br Filiado a Federao Nacional de Impresa 3
  • 4. 4
  • 5. DICAS DE LICITAOEsclarecimentos gerais sobre licitaes.1) Licitao o procedimento administrativo para as compras ou servios contratadospelos governos, seja Federal, Estadual ou Municipal.2) A Lei em vigncia para licitaes e contratos a 8666/93 (e alteraes)3) Conhea a Lei 8666/93. Voc poder ampliar os seus conhecimentos sobre licitaes,tais como:a) Diferena bsica entre as MODALIDADES de licitaes, Concorrncia, Tomada de Preos eConvites, o valor e/ou complexidade da licitao. Para Prego no hlimites de valores.b) No tocante ao valor, a lei prev os LIMITES DE LICITAO que so:I - para obras e servios de engenharia:a) Convite: at R$ 150.000,00 (cento e cinqenta mil reais);b) Tomada de Preos: at R$ 1.500.000,00 (um milho e quinhentos mil reais);c) Concorrncia: acima de R$ 1.500.000,00 (um milho e quinhentos mil reais);II - para compras e servios no referidos no inciso anterior:a) Convite: at R$ 80.000,00 (oitenta mil reais);b) Tomada de Preos: at R$ 650.000,00 (seiscentos e cinqenta mil reais);c) Concorrncia: acima de R$ 650.000,00 (seiscentos e cinqenta mil reais).Ou seja, uma licitao de servios para tomada de preos tem valor estimado da contrataoat R$ 650.000,00, se uma concorrncia o valor do contrato est acima de R$ 650.000,00.PREGO CONVITE COMPRASO Prego uma nova modalidade de li- O convite uma licitao de menor vul- Atualmente a maioria dos governos,citao. No obedece limites de valores, to, o valor da compra ou servio me- Federal, Estaduais e Municipais estopois sua caracterstica principal agili- nor. Nesse caso, a Lei permite ao rgo implantando em seus sites as comprasdade, invertendo a ordem de abertura de pblico pedir TODA DOCUMENTACO, via Internet. As regras para participaoenvelopes, primeiro se conhece o valor PARCIAL OU NENHUMA DOCUMENTA- tambm podem ser consultadas no site,ofertado e depois se verica se a empresa O. O MAIS COMUM O assim como a legislao e regulamentosest habilitada, ou seja, se oferece con- PARCIAL: Pede-se para comprovar se especcos.dies economica-financeiras, jurdica, est em dia com os recolhimentos noregularidade fiscal, etc. A lei 10.520/2002 FGTS e INSS - Certides Negativas derege os procedimentos para uma licita- Dbito (CND).o de modalidade Prego. 5
  • 6. 6
  • 7. CURSODEGESTOPBLICAO Curso Superior de Tecnologia da Infor- pblico, estudar Gesto Pblica impor- Os principais tpicos do curso:mtica em Gesto Pblica tem por objeti- tante para entender como o Estado fun-vo formar profissionais qualificados para ciona e como usufruir de todos os seus. Introduoadministrar organizaes do setor pbli- Tendo em vista a procura e a carncia Definioco, nos diversos nveis do governo, con- de cursos oferecidos na rea pblica na Autonomia e responsabilizaoservando e utilizando os bens e recursos capital federal e considerando a redefini- Informao e Avaliaoe utilizando os bens e recursos e utilizan- o do papel do Estado e a implantao Parceriasdo os bens e recursos confiados sua da Reforma Gerencial na Administrao A transformao necessriagesto, buscando sempre um fim nico, Pblica Brasileira, alterando assim, oso bem comum da coletividade adminis- Como o Estado funciona critrios de excelncia no servio p-trada, tendo capacidade para identificar blico, torna-se necessrio o constante Fontes do direito administrativoproblemas e buscar alternativas para a aprimoramento dos servidores pblicos, Direito administrativoconstruo de solues a partir de ins- a fim de que este profissional adquira Princpios oramentriostrumentos que permitiam a avaliao de formao slida, capacidade tcnica Oramento pblicopolticas pblicas locais. em sua rea de atuao e domnios das StakeholdersEste curso ministrado no sistema de competncias para trabalhar em equipe,