Curso de escatologia (2) Etapas da consciência escatológica nas Escrituras Judaicas

  • Published on
    09-Jul-2015

  • View
    2.534

  • Download
    1

Embed Size (px)

Transcript

<p>Escatologia Crist</p> <p>ETAPAS DA CONSCINCIA ESCATOLGICA NAS ESCRITURAS JUDAICAS</p> <p>Afonso Murad</p> <p>Curso de Escatologia crist (2)</p> <p>1. Fase embrionria: a promessaGen 12,1-3 e 15,5 (promessa Abrao)Ex 3,6-10 e 6,7 (romper escravido e fazer aliana)A promessa tem contedo mundano e religioso. Deus oferece bens deste mundo e se oferece atravs destes bens. No h perspectiva de vida eterna.Caractersticas: iniciativa divina, voltada para o futuro, a partir do j experimentado, desfrute parcial da promessa.A f bblica rompe o esquema circular dos ciclos da natureza. Salvao no volta ao princpio, mas abertura ao futuro.Articulam-se dom de Deus e compromisso humano.Cada realizao dilata a esperana.Jav disse a Abro: Saia de sua terra, do meio dos seus parentes e da casa de seu pai e vai para a terra que eu lhe mostrarei. Eu farei de voc um grande povo, e o abenoarei, tornarei famoso o seu nome, de modo que se torne uma bno (...) Em voc, todas as famlias da terra sero abenoadas (Gn 12,1-3)... Jav conduziu Abro para fora e disse: Erga os olhos ao cu e conte as estrelas, se puder. Assim ser a sua descendncia (Gn 15,5).</p> <p>Jav disse a Moiss: Eu vi muito bem a misria do meu povo que est no Egito. Ouvi seu clamor contra seus opressores, e conheo os seus sofrimentos. Por isso, desci para libert-lo do poder dos egpcios e para faz-lo subir desta terra para uma terra frtil e espaosa, terra onde corre leite e mel (...) Por isso, v. Eu envio voc ao Fara, para tirar do Egito o meu povo, os filhos de Israel (Ex 3,7-8a.10). </p> <p>2. Etapa inicial Jer 31,31-34 (nova aliana no corao)Is 65,17-25 (Nova sociedade)Introduo da escatologia: promessas definitivas e irrevogveisProfetas: a segurana no est nos bens conquistados, mas no compromisso de vida da aliana. Deus julga salvando os pobres. Ruptura com a situao presente e nova interveno sobre a histria.Todo calado de guerra e toda roupa empapada de sangue sero queimados e desaparecero nas chamas. Pois nasceu para ns um menino, um filho nos foi dado (..) Ele se chama conselheiro admirvel, Deus forte, pai para sempre, prncipe da paz. Grande ser o seu domnio, e a paz no ter fim sobre o trono de Davi e seu reino, firmado e reforado com o direito e a justia, desde agora e para sempre (Is 9,4-6).</p> <p>Viso do futuro comunitrio e pessoalDeut 30,15-20 (O Deus da vida e a solidariedade global na aliana)Sl 88,4-6.11 (Para os mortos, o Sheol)Jav Deus da Vida, comunica sua vida ao povo. Concede, conserva e prolonga a vida.Vida: sobrevivncia, fartura, fertilidade, felicidade, plenitude existencial possvel.Retribuio pelo bem ou mal cometidos nesta existncia, dirigida comunidade e no a indivduos isolados.A morte: o mal por excelncia. Doena, debilidade precoce e fracasso so formas incipientes de morte.Com a morte, cessa o sopro de vida de Jav. Os mortos descansam no Sheol.Hoje eu coloco diante de voc a vida e a felicidade, a morte e a desgraa. Se voc obedecer aos mandamentos de Jav seu Deus, amando-o, andando em seus caminhos e observando seus mandamentos (...), voc viver e se multiplicar. Jav seu Deus o abenoar na terra onde voc est entrando para tomar posse. Escolha, pois, a vida, para que voc e seus descendentes possam viver amando a Jav seu Deus, obedecendo-lhe e apegando-se a Ele, porque Ele a sua vida e o prolongamento de seus dias (Cf. Dt 30,15-20). </p> <p>Senhor meu Deus, chegue a Ti minha orao. Minha vida est saturada de desgraas e j estou perto do Sheol. J me contam como um homem acabado, entre os mortos, dos quais j no lembras mais, pois esto separados de Ti. Podem por acaso os defuntos se levantarem para te louvar? (Sl 88,3s.11)</p> <p>3. Crise e recriao da esperanaO exlio: perda dos bens prometidos.A crise amadurece a esperana. Explicita a f no Deus criador. O futuro ser nova criao de Jav. Profecias sobre a vinda do messias.Is 41,8-20; 43,1-7 (Deus consola seu povo)Ez 18,1-5.9.20-22.27-32 (responsabilidade individual na resposta a Deus)Como explicar que o justo seja perseguido e o perverso tenha sucesso? (Sl 10; 13; 14)Vocs no vo mais repetir este ditado: os pais comeram uva verde, e os dentes dos filhos ficaram cariados. Todas as vidas so minhas, tanto a vida do pai quanto a vida do filho. Aquele que pecar, morrer. Se um homem justo pratica o direito e a justia (..), age de acordo com os meus mandamentos, praticando corretamente a verdade, certamente permanecer vivo. Ora, se essa pessoa tiver um filho violento, ou assassino, que faz o mal (..) ele certamente morrer e ser responsvel por seus crimes. Imagine ainda que este segundo tenha um filho, que v tudo de errado que o pai faz, mas age de maneira oposta. Este viver (..) Assim, o justo receber a justia que merece e o injusto pagar por sua injustia. E, se o injusto se arrepende do mal que cometeu, se converte, e passa a viver os mandamentos e praticar a justia, ele permanecer vivo, por causa da justia que praticou (..) Assim, casa de Israel, eu vou julgar cada um de vocs de acordo com a prpria maneira de viver (..) Libertem-se de todas as injustias cometidas e formem em vocs um corao novo e um esprito novo. Eu no sinto prazer com a morte de ningum. Convertam-se e tero a vida ( Cf. Ez 18,1-5.9.20.22.27-32).</p> <p>O que acontecer depois da morte?Busca de soluo:- A justia de Deus vai alm deste mundo. - A vida com Deus exige eternidade.- A esperana no cede morte. </p> <p>Deus resgatar minha vida e me tomar das garras do Sheol (Sl 49,16).Tu no abandonars a minha vida no Sheol (Sl 16,10).Tu me agarraste pela mo e ao fim me tomars na glria (Sl 73,23s).4. Etapa apocalpticaApocalptica: esquema interpretativo e vestio literria.Contexto: influncia de outras religies, resistncia cultural e religiosa.Objetivo: consolar e ampliar a resistnciaCaractersticas:- Transcendncia absoluta de Deus. Necessidade de seres intermedirios.- Distino entre o on atual e o futuro.- A novidade vem com a destruio da ordem atual e suas estruturas.- Atrs do palco da Histria est a luta entre Deus e as fora do mal.- O futuro ser inesperado dom de Deus. Resta confiar e se lanar.Incio da crena na ressurreioDan 12,2s.13 (anuncia a ressurreio dos mortos)2 Mac 7 (martrio da famlia. F na ressurreio).F na ressurreio: no escapatria desta vida, mas continuidade, extenso e plenificao da fidelidade amorosa de Deus para conosco. Mentalidade sapiencial tem outra compreenso: incorruptibilidade e imortalidade (Sab 3,1-4 e 4,7-14), frutos da justia e do bem-viver.Sntese: fases da Escatologia no ATEmbrionria: Promessa da terra, da liberdade, da continuidade da nao. Ser feliz neste mundo, fiel aliana com Deus. Os mortos descansam no Sheol. Horizonte coletivo.Inicial: Profetas. Ruptura com a situao presente. Promesas definitivas e irrevogveisCrise e recriao da Esperana: Exlio. O futuro, nova criao de Deus. Esperana do messias. Responsabilidade comunitria e pessoal. Pergunta pela vitria do bem neste mundo.Apocalptica: o futuro vem como interveno radical de Deus sobre a histria. Nasce a crena na ressurreio final dos mortos.Caractersticas da escatologia nas escrituras judaicasVerso em elaborao, para alunos do curso de Escatologia Crist (2012)Disponvel em:www.slideshare.net/AfonsoMuradwww.afonsomurad.blogspot.comTexto de referncia: A. Murad, Etapas da conscincia escatolgica na Bblia, mimeo, 2012.</p>