Informatica - Segur. na Informatica

  • Published on
    14-Dec-2014

  • View
    1.471

  • Download
    17

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Transcript

<ul><li> 1. Vrus, Spams, Segurana na Informtica<br>Prof Jlio Csar<br></li> <li> 2. Vrus <br> Um vrus um pequeno programa (ou um segmento de cdigo) de computador que se anexa a um programa ou arquivo para se propagar de computador em computador. Propaga a infeco medida que viaja. Os vrus podem danificar o seu software, o hardware e os arquivos. Mas um verdadeiro vrus informtico no se espalha sem interao humana. Algum deve partilhar um arquivo ou enviar uma mensagem de correio eletrnico para que o vrus se propague.<br></li> <li> 3. Worms<br> So similares aos vrus, com a diferena de que podem movimentar-se sozinhos quando entram no sistema, alm de que eles conseguem realizar cpias de si mesmos ou de algumas de suas partes (e alguns apenas fazem isso). Os worms no necessitam infectar outros arquivos para se multiplicar e normalmente se espalham usando recursos da rede (o e-mail o seu principal canal de distribuio atualmente). Por exemplo, um worm pode enviar cpias de si prprio para todas as pessoas que estejam no seu livro de endereos de correio eletrnico, e os computadores dessas pessoas faro o mesmo, causando um efeito de avalanche, resultando em congestionamentos nas redes das empresas e em toda a Internet.<br></li> <li> 4. TrojanHorse<br> Um programa do tipo trojan (mais adequadamente chamado de Trojanhorse - Cavalo de Tria) um programa malicioso que pretende se passar por ser aplicao benigna. Esse tipo de programa faz alguma coisa que o usurio no espera que ele faa quando instala um programa desses em sua mquina. Trojans no so vrus desde que eles no se replicam, mas com certeza so to destrutivos, ou danosos - no caso dos trojans conhecidos como "back-doors" - como os vrus normais. <br></li> <li> 5. Backdoors<br>"Backdoors" so programas que instalam um ambiente de servio em um computador, tornando-o acessvel distncia, permitindo o controle remoto da mquina sem que o usurio saiba.Assim, o computador poder ser totalmente controlado de longe - por outra pessoa, em outra mquina - possibilitando ao invasor qualquer atitude: ver seus arquivos, ler seus emails, ver todas suas senhas, apagar seus arquivos, dar boot em sua mquina, conectar via rede a outros computadores aos quais voc tenha acesso, executar programas em seu computador, tais como jogos, logar todas as teclas digitadas da mquina para um arquivo (comprometendo acessos a sites seguros - carto de crdito, home banking, etc.) e formatar seu disco rgido.<br></li> <li> 6. Spiwares e Adwares<br> Spywares no so vrus,mas, voc precisa copi-lo para seu computador, todo spyware um software espio, que detecta o que voc faz no seu computador, alguns so benficos, e emitem estatsticas para empresas poderem saber o que o usurio est precisando ou buscando na internet.<br> Spyware o termo usado para descrever software que executa determinados comportamentos, como publicidade, recolha de informaes pessoais ou alterao da configurao do computador, normalmente sem o seu consentimento prvio.<br> O spyware est muitas vezes associado a apresentaes de publicidade (chamado adware) ou software que detecta informaes pessoais ou importantes.<br>Adwares: Os adwares so conhecidos por trazerem para a tela do usurio algum tipo de propaganda.<br> Como geralmente so firmas comerciais que os desenvolvem, comum os adwares virem embutidos em diversos programas de livre download (freeware), com a autorizao de seus autores.<br>O termo malware proveniente do ingls malicious software; um software destinado a se infiltrar em um sistema de computador alheio de forma ilcita, com o intuito de causar algum dano ou roubo de informaes (confidenciais ou no). Vrus de computador, worms, trojanhorses (cavalos de troia) e spywares so considerados malware.<br></li> <li> 7. Vrus de Macro<br>O que Macro ?<br>Macro e uma serie de rotinas personalizadas para serem feitas automaticamente no Word, ou no Excel, ou qualquer outro programa que suporte VBA (Visual Basic for Applications), a linguagem usada nas macros. Os vrus de macro mais comuns so os do Word, por ser o programa mais difundido. <br>O vrus de macro e um vrus feito na linguagem das macros, para funcionar dentro do programa ao qual esta ligado. Ao abrir um documento de Word (.DOC) infectado com um vrus de macro, o vrus e ativado, gravando sobre o arquivo NORMAL.DOT (modelo geral dos arquivos do Word) e criando macros que substituem boa parte dos comandos normais do Word.<br></li> <li> 8. Uma vez infectado o arquivo NORMAL.DOT, todos os outros arquivos que forem abertos no Word a partir de ento sero infectados. Se voc enviar um arquivo infectado para algum, por disquete ou e-mail, ele<br> pode infectar o computador do destinatrio, se ele receber e o abrir no Word, e o ciclo recomea.<br> Ainda assim, e bom frisar: mesmo os vrus de macro s infectam seu micro se voc abrir o arquivo que o contem. No basta receber o arquivo infectado, seja por que meio for: e necessrio abri-lo para que o vrus seja ativado.<br></li> <li> 9. Os 10 Vrus mais Famosos<br>1 Melissa 1999<br>2 I loveYou 2000<br>3 Klez 2001<br>4 CodeRed e CodeRed II 2001<br>5 Ninda 2001<br>6SQL Slammer/Sapphire 2003<br>7 MyDoom 2004<br>8 Sassere Netsky 2005<br>9 Leap-A/Oompa-A 2006<br>10 StormWorm - 2006<br></li> <li> 10. Spams<br>O que so Spams ?<br> Spam o termo usado para referir-se aos e-mails no solicitados, que geralmente so enviados para um grande nmero de pessoas. Quando o contedo exclusivamente comercial, esse tipo de mensagem chamada de UCE (do ingls UnsolicitedCommercialE-mail).<br>O que so spam zombies?<br> Spam zombies so computadores de usurios finais que foram comprometidos por cdigos maliciosos em geral, como worms, bots, vrus e cavalos de tria. Estes cdigos maliciosos, uma vez instalados, permitem que spammers utilizem a mquina para o envio de spam, sem o conhecimento do usurio. Enquanto utilizam mquinas comprometidas para executar suas atividades, dificultam a identificao da origem do spam e dos autores tambm. Os spam zombies so muito explorados pelos spammers, por proporcionar o anonimato que tanto os protege.<br>Muito comum nos Spams, que ocorram os famosos Spoofings. Spoofings, na realidade, o disfarce da mensagem, ou seja na rea de remetente o hacker usar um endereo falso para no ser identificado.<br></li> <li> 11. Como evitar os Spams<br> A resposta simples navegar consciente na rede. Este conselho o mesmo que recebemos para zelar pela nossa segurana no trnsito ou ao entrar e sair de nossas casas. As dicas para reduzir o volume de spam esto diretamente relacionadas aos cuidados recomendados aos usurios da Internet, para que desfrutem de todos os recursos e benefcios da rede, com segurana.<br> Principais dicas:<br>Preservar as informaes pessoais como endereos de e-mail, dados pessoais e, principalmente, cadastrais de bancos, cartes de crdito e senhas. Um bom exerccio pensar que ningum forneceria dados pessoais a um estranho na rua, certo? Ento, por que o faria na Internet?<br>Ter, sempre que possvel, e-mails separados para assuntos pessoais, profissionais, para as compras e cadastros on-line. Certos usurios mantm um e-mail somente para assinatura de listas de discusso.<br></li> <li> 12. No ser um "clicador compulsivo", ou seja, o usurio deve procurar controlar a curiosidade de verificar sempre a indicao de um site em um e-mail suspeito de spam. Pensar, analisar as caractersticas do e-mail e verificar se no mesmo um golpe ou cdigo malicioso.<br>No ser um "caa-brindes", "papa-liquidaes" ou "destruidor-de-promoes". Ao receber e-mails sobre brindes, promoes ou descontos, reserve um tempo para analisar o e-mail, sua procedncia e verificar no site da empresa as informaes sobre a promoo em questo. Vale lembrar que os sites das empresas e instituies financeiras tm mantido alertas em destaque sobre os golpes envolvendo seus servios. Assim, a visita ao site da empresa pode confirmar a promoo ou alert-lo sobre o golpe que acabou de receber por e-mail! No caso de promoes, na maioria das vezes, ser necessrio preencher formulrios. Ter um e-mail para cadastros on-line uma boa prtica para os usurios com o perfil descrito. Ao preencher o cadastro, desabilite as opes de recebimento de material de divulgao do site e de seus parceiros. justamente nesse item que muitos usurios atraem spam, inadvertidamente.<br>Ter um filtro anti-spam instalado, ou ainda, usar os recursos anti-spam oferecidos pelo seu provedor de acesso. <br>Alm do anti-spam, existem outras ferramentas bastante importantes para o usurio da rede: anti-spyware, firewall pessoal e antivrus.<br></li> <li> 13. Correntes do Orkut - Spam<br>"Oi meu nome Samara, tenho 14 anos (Teria se estivesse viva), morri aos 13 em Cascavel-PR. Eu andava de bicicleta Quando no pude desviar de um arame farpado. O pior foi que o dono do lote no quis me ajudar, riu bastante mim aps agonizar por 2 horas enroscada no arame eu faleci, atravs dessa mensagem eu peo que faam com que eu possa descanarem paz. Envie isso para 20 comunidades e minha alma estara sendo salva por voc e pelos outros 20 que recebero.Caso no repasse essa mensagem vou visitar-lhe hoje a noite, assim vc poder conhecer o tal arame bem de pertinho."<br></li> <li> 14. Dicas de Segurana na Internet<br>1 - Saia usando Logout, Sair ou equivalente<br>2 - Crie senhas difceis de serem descobertas<br>3 - Mude a sua senha periodicamente<br>4 - Use navegadores atuais<br>5 - Cuidado com downloads<br>6 - Atente-se ao usar Windows Live Messenger, Google Talk, AIM, Yahoo! Messenger, entre outros<br>7 - Cuidado com e-mails falsos<br>8 - Evite sites de contedo duvidoso<br>9 - Cuidado com anexos de e-mail<br>10 - Atualize seu antivrus<br>11 - Cuidado ao fazer compras na internet ou usar sites de bancos<br>12 - Atualize seu sistema operacional<br>13 - No responda a ameaas, provocaes ou intimidaes<br>14 - No revele informaes importantes sobre voc<br>15 - Cuidado ao fazer cadastros<br></li> <li> 15. Antivrus <br>O que ?<br>Antivrus um software responsvel pela deteco, desinfeco e remoo de pragas digitais como vrus, trojans (cavalos de tria), worms e qualquer outro tipo de cdigo malicioso, no se limitando somente aos vrus como o nome sugere. Alguns antivrus tambm removem adwares e spywares, tarefa antes reservada apenas aos anti-spywares.<br>Como ele funciona ?<br>O antivrus funciona com um banco de dados chamado de lista de definio. Essa lista contm informaes para que o antivrus consiga identificar quais arquivos so bons e quais so maliciosos. Ou seja, necessrio que ele esteja nesta lista de definio.<br>Deve confiar em apenas um antivrus, e qual o melhor ?<br>No, um nico antivrus no capaz de detectar 100% das pragas existentes. Esse problema, no entanto, no deve ser resolvido instalando-se outro antivrus, pois isto no ir dobrar a capacidade de deteco, mas duplicar a quantidade de falsos positivos, erros, conflitos e causar queda no desempenho.<br>No existe um. Cada software antivrus possui seus pontos fracos e fortes.<br></li> <li> 16. O que Quarentena ?<br>A Quarentena uma pasta especial onde o antivrus guarda os arquivos maliciosos que no puderam ser desinfectados. Cavalos de tria e worms geralmente no infectam arquivos, isto , no vivem como parasitas e portanto no podem ser desinfectados. Como o antivrus no consegue determinar isso, ele os move para a Quarentena, onde os cdigos maliciosos so desativados. O objetivo disso possibilitar a recuperao dos arquivos, caso os mesmos precisem ser usados para a recuperao de dados.<br>O que um Falso Positivo ?<br>D-se o nome de falso positivo a um alarme falso gerado pelo antivrus, isto , quando um erro na lista de definio faz com que o programa marque arquivos limpos e seguros como infectados.<br>O que um anti-spyware? Qual a diferena de um antivrus para um anti-spyware?<br>Um anti-spyware um software de segurana que tem o objetivo de detectar e remover adwares e spywares.A principal diferena de um anti-spyware de um antivrus a classe de programas que eles removem. Ou seja, Antivrus removem arquivos infectados, Anti Spyware so usados para remover aquelas propagandas dos freewares.<br>Anti - Spyware<br></li> <li> 17. Devo confiar em apenas um anti-spyware?Geralmente um anti-spyware suficiente para detectar a maioria das pragas.<br>O que so trackingcookies? E listas MRU?Muitos anti-spywares detectam trackingcookies e listas MRU toda vez que for feito um exame no computador.Cookies (biscoitos) so pequenos arquivos inofensivos armazenados pelo seu navegador web.<br>Listas MRU (MostRecentlyUsed) so as listas de arquivos utilizados mais recentemente no seu computador, como a lista de Documentos no Menu Iniciar e a Lista de Arquivos Recentes do Windows Media Player. So completamente inofensivas.<br></li> <li> 18. Programas Recomendados<br>Firewall<br>Firewall do Windows de graa (em portugus) e j vm instalado no Windows XP e no Windows Vista, mas s monitora a entrada de dados (recomendado para usurios iniciantes, necessita de configuraes bsicas).<br>Comodo Firewall Pro de graa (em portugus) e monitora a entrada e sada de dados, obteve a melhor nota entre todos os firewalls existentes, inclusive pagos, em testes recentes (recomendado para usurios avanados, necessita de configuraes avanadas).<br>Antivrus<br>Avast! Home Edition de graa (em portugus) e possui proteo residente multicamadas que mo...</li></ul>