Smart Cities e Big Data

  • Published on
    05-Jun-2015

  • View
    320

  • Download
    5

Embed Size (px)

DESCRIPTION

O crescimento contnuo de cidades traz problemas relacionados ao trfego, segurana, consumo de gua e energia, dentre outros, que tm sido cada vez mais difceis de serem administrados. Neste contexto, as tecnologias de informao e comunicao (TICs) podem ter papel importante, podendo auxiliar no monitoramento, controle e tomada de decises diante de tais problemas. O uso de tecnologia pode vir desde a coleta de dados na rua a mecanismos que auxiliem no monitoramento da cidade e na tomada de decises. O conceito de Cidades Inteligentes (Smart Cities) uma tendncia mundial relativa ao uso de solues intensivas de TICs como instrumento, otimizando certos aspectos da vida urbana, tais como mobilidade urbana, educao, sade, segurana pblica, uso de gua e eletricidade dentre diversos outros domnios. A quantidade de informao digital a ser capturada por sistemas focados em cada um destes domnios enorme, e, ao mesmo tempo, as expectativas para processar esta informao aumentam medida que, cada vez mais, dados vo compondo um grande histrico de informao. O advento da Internet das Coisas permite coletar dados valiosos por meio de sensores distribudos por cidades e, por outro lado, a Web oferece um grande volume de dados relevantes no contexto de cidades e que podem ser extrados a partir de redes sociais e portais de dados, por exemplo. Esta grande quantidade de dados pode ser utilizada para posterior anlise, gerando informaes teis, tais como causalidade entre dados e tendncias analticas, em suma, o que vem sendo chamado de Big Data, neste caso, aplicado ao contexto de Cidades Inteligentes

Transcript

  • 1. Kiev Gamakiev@cin.ufpe.br@kievgamaslideshare.net/kievgamaSmart Cities e Big DataV ENCONTRO DE ESTUDOS SOBRE TECNOLOGIA, CINCIA E GESTO DA INFORMAO 3/10/2014

2. Um projeto de cidade inteligente 3. energias renovveis coleta de lixo inteligente trnsito inteligente prdios inteligentes casas inteligentes * inteligentes 4. Masdar city (Emirados rabes)Como est(final de 2012)Como ficar 5. New Songdo City (Coria do Sul)Como estComo ficar(2014)(2013) 6. Esqueam!Isso no para ns! 7. 7.2 bilhes (2013)Image by Scott Woods 8. Mundo:70% em cidades, at 2050Amrica Latina:85% da populao em cidades, at 2025 9. slide 11 10. Que tal mais estradas? 11. A soluo :transporte coletivo... 12. SEGURANAEDUCAOENERGIASADERESDUOSGUA 13. T I C s (Tecnologias de Informao e Comunicao)para o resgate! 14. Cidades InteligentesSmart CitiesTendncia mundial relativa ao uso de solues intensivas de TICs como instrumentos para tornar cidades mais inteligentes, otimizando certos aspectos da vida urbana. 15. Cidades Inteligentes? (e as pessoas?) 16. TICs ajudando a tomar decises e a fornecer servios para o cidado 17. Governo: Viso de comando e controlePopulao: Viso de usurio da cidade 18. Trnsito: Onde h gargalos e por qu?Sade: Quais os perfis dos pacientes em cada posto de sade/hospital? Energia: Quais locais provocam picos no consumo?Trnsito: Qual a melhor rota de A a B agora? Sade: Onde enfrento a menor fila para ser atendido agora? Energia: Como otimizar o meu consumo em casa? 19. Como fazer tudo isso funcionar? 20. Estratgia Tpica de TICs para Smart Cities:Monitorar e Controlar 21. Coletar Dados Urbanosatravs de sensores(Internet das Coisas IoT) 22. Integrar dados de sistemas legados 23. Construir servios paraProcessar dados e gerar informao 24. Chuva constante de dados heterogneos (diferentes formatos e fontes) 25. (Muitos dados) 26. AplicativosData StorageAnlise de dados Servios InteligentesSensores/sistemas produzindo dadosDadosServios 27. A organizao do Caos 28. Panopticon Urbano 29. Monitorar e Controlar no a melhor soluo! necessrio uma estratgia alternativa (ou complementar) 30. CIDADOS como agentes PARTICIPATIVOS e FISCALIZADORES 31. AplicativosData StorageAnlise de dados Servios InteligentesIoT e sistemas produzindo dadosDadosServios 32. CROWDSENSING 33. pessoas comoSENSORES 34. pessoas = Consumidores E Produtores de Dados 35. (muito mais dados) 36. AplicativosData StorageAnlise de dados Servios InteligentesSensores/sistemas ePessoas produzindo dadosDadosServios 37. AplicativosData StorageAnlise de dados Servios InteligentesSensores/sistemas ePessoas produzindo dadosDadosServios 38. Pessoas j geram enormes massas de dados pessoais 39. juntando isso a dados IoT, estamos partindo para volumes ainda maiores 40. Big DataNovo cenrioGrandes quantidades de dados produzidos por sensores, pessoas e sistemasDados no estruturados (texto, video, fotos, etc)Necessrio anlises para extrair informao relevanteDifficult DataNecessidade de novas tcnicasBancos relacionais no so adequados a esse contexto 41. 3 VsVolumeVelocidadeVariedadeVeracidade (4?) Valor (5?) 42. Big Data AnalyticsProcessamento de grande quantidade de dadosGerao de informao relevanteIdentificao de padres e correlaes nos dadosPromessasVantagem competitivaAuxlio nas decises de negcioestraggico e operacionalAumento de receitaCidades InteligentesNovos insights para gesto urbana 43. Diversas reas potenciaisMobilidade urbanaSadeSegurana pblicaGesto de guaEficincia energticaResduos urbanosAnlise de sentimento dos cidados 44. tranquilien.com 45. Tentativas: Google Flu Trends 46. Hedonometer.org 47. Tranquilien-Modelagem de padres de mobilidade-Predio de deslocamentosGoogle Flu TrendsEstatsticas baseadas em-Histrico de casos-Histrico de buscas no GoogleHedonometer-Minerao de sentimentos em redes sociais 48. Realtime Big Data: A cidade em tempo real 49. CAP theoremConsistencyTodos os ns vem os mesmos dados ao mesmo tempoAvailabilityGarantia de que cada requisio recebe uma resposta indicando se foi bem sucedida ou se falhouPartition toleranceO sistema continua a operar independente da perda arbitrria de mensagens ou falha de parte do sistema 50. Arquitetura Lambdaquery = function(alldata)Princpios arquiteturais para construir sistemas robustos e escalveisTolerncia a falhasDados no podem ser corrompidosDados so imutveisDados crus no sero alteradosRecomputaoGarantindo os dois princpios anteriores, pode-se recomputar dados e gerar a informao que for necessria 51. Arquitetura Lambda 52. E se esses dados fossem disponibilizados para qualquer um? 53. dados abertos GOVERNAMENTAIS 54. Publicao e disseminao das informaes do setor pblico na Web 55. formato bruto e abertoreutilizveis em aplicaes digitais desenvolvidas pela sociedade. 56. Mas...no queremos apenas dados histricos. 57. Real time + Big + 58. Alm de crowdsensing (pessoas coletando dados)Estimular ocrowdsourcing (pessoas resolvendo problemas) 59. hackathons 60. Alm de dados, tambm precisamos de APIs 61. MashupsComposio de Aplicaes usando diferentes APIsWeb 3.0 programvel 62. Necessidade de ecossistemas de software e modelo de negcios 63. Clever citiesThe multiplexed metropolis (2013-09-07 Edition)http://econ.st/17art5a 64. http://econ.st/17art5aThe technology giants building smart cities are mostly paying attention to technology, not peopleignoring the creative process of harnessing technology at the grass roots, writes Anthony Townsend of New York University in his forthcoming book, Smart Cities: Big data, civic hackers, and the quest for a new Utopia. But the two sides need not necessarily be opposed.Clever citiesThe multiplexed metropolis (2013-09-07 Edition) 65. Alguns desafios para o uso de (Real time) Big Data em Smart Cities-Privacidade-Integrao (aplicaes e dados)-Transformar dados estticos em dinmicos (real time)-Alinhar governos e cidados-Modelo de negcios sustentvel 66. Leitura sugerida 67. Kiev Gamakiev@cin.ufpe.br@kievgamaslideshare.net/kievgamaSmart Cities e Big DataV ENCONTRO DE ESTUDOS SOBRE TECNOLOGIA, CINCIA E GESTO DA INFORMAO 3/10/2014